Queiroz ao lado de Flávio Bolsonaro.
Reprodução
Queiroz ao lado de Flávio Bolsonaro.

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) divulgou, nesta quinta-feira (24), um vídeo em suas redes sociais em que nega qualquer relação com o ex-assessor Fabrício Queiroz, suspeito de fazer rachadinha — prática em que servidores de gabinetes devolvem parte dos salários para parlamentares.

Áudio revelado hoje pelo jornal Globo mostra que o ex-assessor de Flávio na Alerj continua sendo consultado sobre nomeações no Legislativo. Segundo o filho do presidente Jair Bolsonaro, o áudio mostra que Queiroz não tem mais acesso ao gabinete dele.

Leia mais: "Ainda estou pensando meu voto", diz Toffoli sobre prisão em segunda instância

"O que fica bem claro nesse aúdio é que ele não tem nenhum acesso ao meu gabinete, me parece bastante óbvio, tanto é que ele está ali fazendo uma reclamação de que não tem acesso a nenhum cargo, nenhum tipo de espaço. É só isso que está dizendo este áudio. É óbvio que a imprensa vai fazer um estardalhaço em cima disso". Ainda de acordo com o senador, ele não tem contato com o ex-assessor há quase um ano.

"A última notícia que eu tive foi pela imprensa de que ele estaria tratando de seu câncer, no estado de São Paulo". E diz ainda que está tranquilo e que a Justiça será feita. "Sigo aqui com bastante tranquilidade, com a verdade ao meu lado, e confiante de que muito em breve a Justiça vai ser feita, e isso tudo vai estar tranquilamente esclarecido".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários