Tamanho do texto

Presidente fez a sugestão para que fosse reduzida a poluição ambiental após ele ter recebido críticas pelo desmatamento da Amazônia

Jair Bolsonaro com a mão no peito arrow-options
Alan Santos/PR
Bolsonaro sugeriu menos idas ao banheiro para diminuir poluição

Uma fala do presidente Jair Bolsonaro na qual ele faz uma sugestão para a população ir menos vezes ao banheiro virou tema de uma questão de vestibular. Em uma das perguntas da prova da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), o texto prévio cita a declaração do presidente que ele sugere que seja feito "cocô dia sim, dia não". Na pergunta, a fala não é atribuida a Bolsonaro, mas a uma "autoridade pública".

Após o texto, a pergunta pede que o candidato escolha "a opção que contribui realmente com a preservação do meio ambiente". Entre as alternativas erradas estavam a priorização da agropecuária extensiva, a criminalização de Organizações Não Governamentais (ONGs), a restrição da divulgalção de dados relativos ao desmatamento e a redução do efetivo de instituições ambientais que monitoram o impacto de atividades humanas.

Captura de tela com a questão do vestibular arrow-options
Reprodução
Questão estava na prova da PUC-PR

Bolsonaro deu essa declaração durante uma entrevista coletiva na saída do Palácio do Alvorada. Ao ser questionado por um jornalista sobre os efeitos do desenvolvimento da agropecuária para o meio ambiente no Brasil, ele sugeriu ao repórter: "Faça cocô dia sim, dia não".

Leia também: Bolsonaro sugere fazer cocô "dia sim, dia não" para reduzir poluição ambiental

É só você deixar de comer menos um pouquinho. Quando se fala em poluição ambiental, é só você fazer cocô dia sim, dia não, que melhora bastante a nossa vida também, tá certo?", afirmou Bolsonaro.