Tamanho do texto

Terceiro filho do presidente pode deixar comando do PSL em São Paulo em meio à crise com o presidente nacional da sigla, Luciano Bivar

Major Olimpio arrow-options
Pedro França/Agência Senado - 17.10.19
"Defendo que saia já", diz Major Olimpio sobre destituição de Eduardo Bolsonaro de diretório

O senador Major Olimpio (PSL-SP) defendeu nesta sexta-feira (18) a saída imediata de Eduardo Bolsonaro do comando do PSL no estado. Aliado do presidente nacional do partido, Luciano Bivar, Olimpio disse que Eduardo não tem mais condições de liderar a sigla em seu estado.

Leia também: Líder do PSL se diz ‘apunhalado’ e admite votar contra governo

"Eu não sei se já fizeram as comunicações ou notificações em relação a isso (a destituição). Vamos definir hoje isso. Eu defendo que saia já", disse Major Olimpio .

Ele acrescentou que o senador Flávio Bolsonaro também deve ser destituído do comando do PSL no Rio de Janeiro.

"As decisões estão tomadas. Há uma exigência dos parlamentares nos estados da total impossibilidade de se prosseguir. Um dos grandes problemas que gerou conflito do presidente com o partido, o que foi? Eduardo Bolsonaro. Há uma insatisfação dos parlamentares do Rio dizendo: nós não queremos mais o Flávio Bolsonaro", relatou.

Leia também: "Traição é o 'modus operandi' do governo Bolsonaro", dispara Joice Hasselmann

Major Olimpio reforçou que é preciso dar celeridade a esta decisão. "O problema é só de quando nós vamos efetivar isso", ponderou.