Joice Hasselmann fala que governo Bolsonaro foi ingrato e traíra.
Repordução
Joice Hasselmann fala que governo Bolsonaro foi ingrato e traíra.

Após ser destituída da liderança do governo no Congresso pelo presidente Jair Bolsonaro , a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) desabafou no Twitter com sequência de mensagens em que fala de "ingratidão" e "traição".

Ela disse ainda que só continuará apoiando Bolsonaro enquanto ele "realmente quiser combater a corrupção, sem jeitinho, sem flexibilIzar, sem carteiradas, sem protecionismo a quem quer que seja".

Leia mais: Bivar evita falar sobre possível destituição de Flávio e Eduardo de diretórios

"Deixo a liderança (do governo) no Congresso com dever cumprido. Articulei a reforma da Previdência em todo país, aprovei o projeto que deu ao presidente R$ 248 bilhões e o salvou de um impeachment, contive inúmeras crises. Não me importo com a ingratidão. Meu couro é duro. Sigo apoiando o Brasil", escreveu a deputada.

Você viu?

A situação de Joice ficou insustentável no governo na quarta-feira, após a deputada assinar uma lista de apoio à permanência de Delegado Waldir (GO) na liderança do PSL na Câmara. Bolsonaro articulou para que um dos seus filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (SP), assuma o lugar. Joice e Eduardo não têm um bom relacionamento.

Leia também: 'Só devo lealdade ao povo', diz Bolsonaro em evento militar em Santa Catarina

"Continuo firme no combate à corrupção e apoio o PR @jairbolsonaro enquanto ele realmente quiser combater a corrupção, sem jeitinho, sem flexibilIzar, sem carteiradas, sem protecionismo a quem quer que seja. Se houver esse compromisso mantido com o Brasil, seguiremos juntos", afirmou, em outra mensagem na rede social.

A deputada escreveu ainda que trabalhava 20 horas por dia para salvar o governo de crises e aprovar as pautas importantes para o país, além de "apagar incêndios durante todos esses meses". Ela falou em uma das mensagens que esperava traição, mas que não fica abalada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários