Tamanho do texto

Após mandados contra presidente do PSL, Luciano Bivar, internautas usaram as redes sociais para insinuar que cerco se fecha contra Jair Bolsonaro

homem assustado arrow-options
Alan Santos/PR
Jair Bolsonaro

Após anúncio de mandados de busca e apreensão da Polícia Federal para o presidente do Partido Social Liberal (PSL), Luciano Bivar, internautas utilizaram as redes sociais para “mandar um recado” ao presidente Jair Bolsonaro na manhã desta terça-feira (15).

Com a hashtag “#TicTacBolsonaro”, muitos repercutiram a notícia dos mandados para Bivar , dando a entender que o presidente seria o próximo. Em poucas horas, esse se tornou o segundo assunto mais comentado no Twitter.

Enquanto alguns afirmavam que o cerco estava se fechando ao redor do presidente com os casos de candidaturas laranja em Minas Gerais e Pernambuco, outros internautas lembravam das brigas recentes do presidente com Bivar e das sinalizações de que ele poderia sair do PSL em breve.

Leia também: Presidente do PSL é alvo de mandados de busca e apreensão da Polícia Federal

“Gente, deixa de ser inocente, o Bolsonaro está por trás disso”, afirmou um dos internautas. Nove mandados são cumpridos na manhã desta terça em Pernambuco, todos relacionados à operação Guinhol, que investiga candidaturas laranja de mulheres do PSL em Pernambuco nas eleições de 2018.

O caso ocorre onze dias após a Polícia Federal indiciar o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, pela articulação de candidaturas laranja em Minas Gerais. Apesar de ser indiciado, Marcelo continua no cargo.