Tamanho do texto

Luciano Bivar é alvo de investigações sobre candidaturas laranja de mulheres do partido nas eleições de 2018. Ao todo, nove mandados são cumpridos

homem arrow-options
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Mandados para Bivar foram emitidos pelo TRE-PE

A Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao deputado Luciano Bivar, presidente do Partido Social Liberal (PSL), na manhã desta terça-feira (15).

As buscas são feitas no estado de Pernambuco e são referentes ao uso de candidaturas laranjas femininas nas eleições de 2018. Nove mandados foram emitidos pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) a pedido do Ministério Público Eleitoral.

Leia também: PSL discute saída do clã Bolsonaro e expulsão de deputados do partido

A divisão da Polícia Federal de Pernambuco confirmou que não há mandados de prisão emitidos na operação, batizada de Guinhol pela corporação. Segundo a PF, os mandados buscam esclarecer se houve "burla ao emprego dos recursos destinados às candidaturas de mulheres".

O nome "guinhol" foi escolhido pela polícia em referência a uma marionete que era personagem de teatro do século XIX.