Tamanho do texto

PF enviou relatório ao Ministério Público indiciando Marcelo Álvaro Antônio pela articulação de candidaturas laranjas do PSL durante eleições de 2018

homem de terno arrow-options
Valter Campanato / Agência Brasil
Ministro do Turismo foi indiciado pela PF

Um relatório enviado ao Ministério Público pela Polícia Federal indiciou o Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, pelo crime de articular candidaturas laranjas do Partido Social Liberal (PSL) durante as eleições de 2018. 

Segundo o documento, Marcelo é a cabeça do esquema que viabilizou candidaturas femininas no partido apenas como fachadas para desviar recursos públicos no estado de Minas Gerais.

Leia também: Depois de Frota, PSL trava embate com deputada que denunciou laranjal

Entre os crimes pelos quais Álvaro foi indiciado estão falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita de recurso eleitoral e associação criminosa. As penas pelos crimes variam entre três e seis anos. 

Com o indiciamento, o MP deve decidir se vai denunciar o Ministro. Caso a denúncia seja feita e aceita pela Justiça, Álvaro Antônio vai responder a processo como réu. O Ministro se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro na quinta-feira (3), mas o assunto discutido não foi detalhado.