Tamanho do texto

Louise Filgueiras substituía o desembargador Paulo Fontes, que está de férias, e ficou levemente ferida no pescoço por uma faca que foi jogada

Fachada do prédio do TRF-3 arrow-options
Divulgação
Tentativa de assassinato ocorreu em escritório no TRF-3

O Procurador da Fazenda Nacional Matheus Carneiro Assunção foi preso nesta quinta-feira (3) após invadir um escritório no Tribunal Regional Federal da 3ª Região ( TRF-3 ), em São Paulo , e tentar matar a juíza Louise Filgueiras. A vítima chegou a ficar levemente ferida no pescoço após levar uma facada.

Antes de entrar no gabinete de Louise, o procurador subiu até o 22º andar do prédio para encontrar o desembargador Fábio Prieto, mas ele estava presidindo uma sessão de julgamento e não estava na sala dele.

Leia também: Revelação de Janot faz STF analisar pedido detector de metais

Após não ter encontrado ninguém, ele desceu um andar e entrou no escritório de Louise. Ele só não conseguiu se aproximar mais dela porque as mesas dos gabinetes são grandes e pouco tempo depois foi imobilizado por pessoas que estavam próximas. O procurador foi preso em flagrante. 

Segundo testemunhas, ele ainda teria tentado arremessar uma jarra de água em Louise depois de tê-la golpeado com a faca.

Funcionários que o viram no momento que ele caminhava dentro do prédio disseram que ele aparentava estar em estado de surto e falava frases sobre acabar com a corrupção no Brasil.