Tamanho do texto

Postagem no Twitter oficial do ex-presidente explica motivos para rejeição à possibilidade de cumprir restante da pena em casa

O Twitter oficial do ex-presidente Lula postou, na tarde deste sábado, um vídeo no qual ele explica seus motivos para rejeitar a possibilidade de cumprimento da sua pena em casa. "Eu quero sair daqui com cem por cento da minha inocência", diz o ex-presidente, que já cumpriu um sexto da prisão na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba e teria direito à progressão do regime.

Na última semana, os procuradores da Lava Jato fizeram o pedido para que o petista cumprisse, então, o restante da pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias em regime semiaberto. Ainda que cumprí-lo agora não impeça a defesa de manter o pedido de suspeição, o ex-pesidente mantém-se firme na postura de que não aceitará nada diferente da absolvição.

Leia mais: Família e namorada de Lula pressionam para que ele cumpra pena em casa

No vídeo, Lula aparece irritado quanto à possibilidade de aceitar uma prisão mais branda, mas tranquiliza familiares e amigos. "Eu sei que é duro para minhas netas, pros meus filhos, mas eu só saio daqui quando conquistar minha inocência", disse. "Eles dizem 'vamos botar uma tornozeleira nele'... eu não sou pombo!", afirmou em outro trecho do vídeo.

Na mesma publicação, o petista ainda aproveitou para tecer críticas ao ex-juiz Sérgio Moro , responsável pela sua condenação. "Meu maior prazer seria eu sair e o Moro entrar. Ele e o Dallagnol. Porque quem recebe o dinheiro do Estado, quem está para servir a sociedade e faz a canalhice, a bandidagem que eles fizeram, não merece estar solto". 

    Leia tudo sobre: lula