Tamanho do texto

Pedido para que ex-presidente cumpra restante da pena em regime semiaberto foi feito na última semana

lula em entrevista arrow-options
Divulgação/Ricardo Stuckert
Ex-presidente Lula resiste em aceitar possibilidade de regime semiaberto

Segundo a colunista Mônica Bérgamo, o ex presidente Luís Inácio Lula da Silva está enfrentando a pressão da família e namorada - a socióloga Rosangela da Silva - para aceitar a possibilidade de cumprir o restante da sua pena em casa.

Leia mais: Lula abre mão do regime semiaberto para tentar anulação da pena 

 Preso desde abril do ano passado na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, Lula já cumpriu um sexto da sua pena total, o que permite o restante da sua condenação em regime semiaberto. O pedido foi feito na última semana por procuradores da Lava Jato.

O ex-presidente e sua defesa, porém, rejeitam a possibilidade de progressão de regime por acreditarem que ainda existem recursos possíveis para uma liberdade plena e não apenas parcial.  Lula diz que voltará a conversar sobre o assunto na próxima segunda-feira (30). 

O Supremo Tribunal Federal decide em outubro os pedidos feitos pela defesa do ex-presidente baseados nas trocas de mensagens da força-tarefa da Lava Jato divulgadas pelo site The Intercept Brasil.

    Leia tudo sobre: lula