Tamanho do texto

Governador critica articulação no Congresso e defende uma melhor articulação política da base de apoio do Planalto

Witzel e Bolsonaro arrow-options
Alan Santos/PR
Wilson Witzel voltou a criticar Bolsonaro


O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC-RJ), disse nesta segunda-feira (9) que falta liderança para que o governo do presidente Jair Bolsonaro possa aprovar reformas no Congresso.

Apesar da distância até a próxima corrida presidencial, Witzel fez questão de marcar posição e de dizer, durante evento na capital paulista , que discorda da articulação política do governo federal.

Leia também: Polícia investiga mortes durante operação no Complexo da Maré

 "É preciso uma liderança para fazer com que o Congresso avance. E isso não está acontecendo. O governo precisa ter uma articulação melhor", afirmou Witzel.

"No Rio, eu tenho que liderar esse processo, se não a coisa não anda. É por isso que eu acho que precisamos ter mais governabilidade", concluiu.

Questionado pelos jornalistas sobre quem seriam as lideranças de que o país precisa, Witzel teceu elogios aos presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). O governador não citou nominalmente o presidente Bolsonaro.

Leia também: Witzel diz que manifestante é “maconheiro” após ser chamado de fascista

"Cada um tem seu jeito de governar. Eu vejo que, para governar, é preciso liderar. Liderar o Congresso, as assembleias legislativas. É preciso que os prefeitos liderem suas câmaras. Caso contrário, não aprovam nada",  disse Witzel .