Flordelis e Misael
Reprodução/Facebook
Relação de Flordeis e Misael se deteriorou após a morte do pastor Anderson do Carmo

Um dos pastores da filial do Ministério Flordelis em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio, registrou na 71ª DP (Neves), na tarde desta terça-feira (3), que um notebook, duas televisões e um teclado de computador foram furtados da igreja.

Leia também: Nova fase: filho de Flordelis assume ministério e retira nome da mãe da igreja

Moisés Cândido da Silveira afirma que o computador que sumiu era do também pastor e vereador Wagner Andrade Pimenta, conhecido como Misael. O parlamentar é um dos filhos que romperam com Flordelis após a morte do pai, o pastor Anderson do Carmo, em 16 de junho deste ano.

Procurado pelo Extra, Misael nega que o computador seja de sua propriedade. Em seu depoimento, Moisés, pastor responsável pela filial de Itaboraí, afirmou que a igreja estava vazia e só percebeu que os objetos tinham sido levados nesta terça-feira.

Segundo Moisés, uma pessoa não identificada entrou na igreja sem danificar o cadeado e levou os objetos. Segundo ele, não havia sinais de arrombamento ou dano no local, “pois inclusive o cadeado foi aberto normalmente com uma chave”. O pastor afirma que não há câmeras de segurança e nem câmeras no local.

Misael, que é pastor, era ligado ao Ministério Flordelis até a morte do pai, o pastor Anderson do Carmo . Após o crime , ele rompeu com a mãe e deixou a igreja. O vereador afirmou à polícia que Flordelis foi a “mentora intelectual” do crime.

Leia também: Duas versões? Depoimentos expõem contradições de Flordelis sobre assassinato

O Ministério Flordelis possui uma sede, no Mutondo, em São Gonçalo, e outras três filiais, uma delas a de Itaboraí. Após a morte de Anderson, duas filiais, a de Pendotiba, em Niterói, e Jardim Catarina, também em São Gonçalo, fecharam as portas.

Dois filhos de Flordelis - Lucas Cézar dos Santos Souza e Flávio dos Santos Rodrigues - estão presos acusados de envolvimento na morte de Anderson.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários