Tamanho do texto

Ministro da Justiça e Segurança Pública falou por pouco mais de três minutos em coletiva de imprensa convocada por pasta na manhã desta quarta-feira

Sergio Moro ao lado de Jair Bolsonaro arrow-options
Marcos Corrêa/PR - 29.8.19
Jair Bolsonaro e Sergio Moro

O ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro deixou uma coletiva de imprensa convocada pela pasta nesta quarta-feira (4) apenas três minutos após iniciá-la após ser questionado sobre se haverá troca no comando da Polícia Federal. 

Moro deixou o local após ser questionado se pretende trocar Maurício Valeixo, atual diretor-geral da instituição. Na última semana, o ministro elogiou o desempenho de Valeixo em público. 

Leia também: Bolsonaro quer troca na PF e diz que novo diretor deve ser 'Moro Futebol Clube'

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo , as pressões sobre o ministro para que ele aceite o desejo de Bolsonaro  e troque o diretor crescem e quase culminaram na saída dele do governo na última quinta-feira (29). 

Naquele dia, segundo fontes do jornal, os dois tiveram uma conversa dura, que irritou Moro pela insistência em trocar Maurício Valeixo por outro nome da preferência do presidente . Os dois teriam discutido e Bolsonaro foi convencido de não tirar o ex-juiz da Lava Jato do cargo pela quantidade de apoio que ele poderia perder junto ao ministro.