Tamanho do texto

Bolsonaro também alfinetou a deputada Joice Hasselmann, possível candidata do PSL para a prefeitura de SP nas eleições municipais de 2020

Bia Doria arrow-options
Reprodução/Facebook Bia Doria
A primeira-dama de São Paulo, Bia Doria, rebateu as declarações feitas por Bolsonaro sobre uma possível candidatura de seu marido.

Nesta quarta-feira (4), a primeira-dama do estado de São Paulo, Bia Doria, reagiu às declarações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro sobre uma possível candidatura de seu marido, o governador João Doria, para a presidência em 2022. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o presidente disse que a candidatura do tucano era uma “ejaculação precoce”.

Leia também: overno perde principais postos em CPI das Fake News 

Através de seu perfil no Instagram, a primeira-dama falou que as frases de Bolsonaro eram “expressões chulas” e que elas desrespeitavam a família brasileira. "Como mulher, mãe e primeira-dama do Estado de São Paulo, repudio com veemência as declarações do Presidente da República, que usa expressões chulas, que ferem e desrespeitam a família brasileira e a importância do cargo que ocupa", escreveu Bia.

Ao ser questionado sobre uma possível concorrência com Doria para a próxima eleição presidencial, Bolsonaro foi irônico e afirmou que o tucano está “morto” para 2022.  

O atrito entre as duas figuras públicas ganhou forças nas últimas duas semanas. O presidente vem acusando João Doria de “mamar” nos governos petistas. O governador evitou entrar na polêmica, mas rebateu Bolsonaro dizendo que “nunca precisou mamar em teta nenhuma”.

Leia também: Ao sair da cadeia pela quarta vez, Garotinho diz ter 'consciência tranquila' 

Ao ser perguntado sobre as eleições municipais do ano que vem, Bolsonaro afirmou que ainda não decidiu se apoiará algum candidato e alfinetou a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), que aparece como possível candidata do partido e está se aproximando de Doria. “A Joice está com um pé em cada canoa”, afirmou o presidente.

    Leia tudo sobre: