Os ministros Onyz Lorenzoni (Casa Civil) e Sergio Moro (Justiça) participam de reunião com o presidente Jair Bolsonaro
Carolina Antunes/PR - 29.8.19
Os ministros Onyz Lorenzoni (Casa Civil) e Sergio Moro (Justiça) participam de reunião com o presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta quinta-feira (29) que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro , é um "patrimônio nacional". A declaração foi feita
durante cerimônia no Palácio do Planalto de lançamento de um projeto de combate à criminalidade.

Leia também: Moro diz que diretor-geral da PF fica no cargo, mas que 'coisas podem mudar'

"Se Deus quiser, vai dar certo esse plano piloto montado pelo Ministério da Justiça, tendo à frente Sergio Moro, que é um patrimônio nacional", disse Bolsonaro .

O pesselista agradeceu ao atual ministro por ter deixado a atividade de juiz para entrar em seu governo e afirmou que não se trata de uma "aventura", mas, sim, de uma "certeza". "Obrigado, Sergio Moro. Você abriu mão de 22 anos de magistratura não para entrar em uma aventura, mas sim na certeza de que todos nós juntos podemos, sim, fazer melhor para a nossa pátria e colocar o Brasil no lugar de destaque que ele merece estar", afirmou.

Leia também: Bolsonaro está 'entre a cruz e a espada' com abuso de autoridade, diz Joice

O evento de lançamento do projeto "Em Frente, Brasil" ao qual Bolsonaro participou teve a assinatura de convênios com cinco cidades, uma em cada região do país: Ananindeua (PA), Paulista (PE), Cariacica (ES), São José dos Pinhais (PR) e Goiânia (GO). A ideia é posteriormente expandir o programa para todo o país.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários