Tamanho do texto

Ministro das Relações Exteriores afirmou que 'esquerda foro-de-são-paulina' recorre a aliados na mídia internacional para atacar o Brasil; entenda

Ernesto Araújo arrow-options
Marcos Corrêa/PR
Ministro publicou uma série de tweets sobre as queimadas da Amazônia

O ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo afirmou, na noite desta quinta-feira (22), que o Brasil está sendo alvo de uma "campanha internacional feroz" sobre as queimadas da Amazônia e que a crise ambiental seria uma "mentira da esquerda" para esconder que o presidente Jair Bolsonaro está "reerguendo o Brasil". 

Leia também: Quantidade de queimadas no Brasil aumenta em 82%

"Por que o Brasil está sendo alvo de uma campanha internacional tão feroz e injusta no tema ambiental? Simples. Porque o governo do Bolsonaro está reerguendo o Brasil. A 'crise ambiental' parece ser a última arma q resta no arsenal de mentiras da esquerda para abafar esse fato", escreveu Ernesto Araújo em sua conta do Twitter. 

O ministro afirmou ainda que a esquerda tem aliados na mídia internacional e os utiliza para atacar o Brasil. "Incapaz de convencer os brasileiros do contrário, a esquerda foro-de-são-paulina recorre a seus aliados na mídia internacional e à caixa de ressonância dos ambientalistas radicais (manipulados por décadas de propaganda) para atacar o seu próprio país e questionar sua soberania", escreveu. 


Araújo disse ainda que o governo está "reabrindo a economia, expulsando a corrupção, combatendo o crime" e atuando "como país grande, colocando seu peso em favor da liberdade e dignidade humana, contra a ideologia de gênero e outros mecanismos de controle psicossocial". 



"Esses avanços incomodam gente q quer o Brasil de volta ao seu curral, q tem saudade do Brasil fechado no círculo vicioso do clientelismo e estagnação, do Brasil insignificante no mundo. Sim, muitas forças nacionais e internacionais querem recolonizar o Brasil. Não conseguirão", concluiu o ministro.