Tamanho do texto

Parlamentar não gostou de saber que a Casa vai criptografar os aparelhos telefônicos dos senadores: "Pode me grampear a vontade", desafiou

Kajuru arrow-options
Reprodução
Senador Jorge Kajuru (PATRI-GO) divulgou o próprio número de telefone nas redes sociais

Famoso pelas polêmicas, o senador Jorge Kajuru (PATRI-GO), causou mais uma confusão nas redes sociais nesta quarta-feira (14). Irritado com a notícia de que o Senado iria criptografar os aparelhos celulares dos parlamentares após as recentes invasões de hackers, ele acabou divulgando o número do próprio telefone para todos os seguidores.

Leia também: Kajuru anuncia troca de partido: "Querem que eu seja inimigo de Bolsonaro"

"Pra que isso? pode me grampear a vontade", escreveu Kajuru . Logo depois, ele forneceu o próprio número de celular. A "coragem" do parlamentar foi elogiada por boa parte dos seguidores.

Kajuru trocou de partido

Após uma intensa briga com o PSB, Jorge Kajuru ingressou no Patriota . A informação foi confirmada pelo próprio senador nas redes sociais, com direito a gafe. 

Leia também: Ministro repercute proibição de palestra com Boulos: "brasileiros acordaram" 

" Kajuru anuncia desfiliação do PSB e ingresso no Patriotas", escreveu o senador, errando a grafia no nome do partido. Ainda segundo a postagem, o senador optou por se filiar a sigla por conta do secretário-geral nacional, Jorcelino Braga, ex-companheiro do parlamentar no extinto PRP, que acabou incorporado pelo próprio Patriota. 

"Volto pelo Braga, pois não aceito partido que exige votar por mim e ainda quer que eu seja inimigo do presidente Bolsonaro", disparou Kajuru, em referência ao seu antigo partido.

No dia 2 de julho, o senador entregou a sua carta de desfiliação do  PSB  . O parlamentar havia decidido, por hora, ficar sem partido por tempo indeterminado depois de o próprio presidente da sigla, Carlos Siqueira, pedir a sua saída. O motivo das divergências vieram após o político por Goiás defender a posse e o porte de armas pelos brasileiros.