Tamanho do texto

Moro retorna nesta segunda depois de uma semana com a família nos EUA

Ministros arrow-options
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil - 2.7.19
Quatro ministros de Bolsonaro já se afastam para tratar de assuntos particulares

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina , e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio , entraram de licença não remunerada a partir desta segunda-feira. O afastamento dos dois foi publicado nesta segunda-feira no Diário Oficial da União. Em menos de sete meses de governo, quatro ministros deixaram o cargo para "tratar de assuntos particulares", uma espécie de férias informais.

Leia tambem: Datafolha: 58% dos brasileiros não sabem ou citar medida positiva de Bolsonaro

 Na semana passada, o ministro Sergio Moro  (Justiça e Segurança Pública) passou a semana com a família nos Estados Unidos. O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, chegou a justificar que a licença era para " reenergizar o corpo " e "prosseguir no combate". 

O ministro se afastou do cargo no meio a denúncias com a divulgação de mensagens sobre supostas conversas no aplicativo Telegram que mostram Moro orientando ações da Operação Lava Jato . Ele retorna hoje ao trabalho. Na agenda, constam apenas despachos internos.

O ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes , também foi para os Estados Unidos de licença para participar das celebrações dos 50 anos do pouso da Apollo 11 na lua. Pontes saiu dia 13 de julho e volta ao trabalho na quinta-feira, dia 25. A viagem foi comentada pelo presidente Jair Bolsonaro em redes sociais.

Leia também: "Bolsonaro acaba revelando o que foi o meu governo", diz Temer em entrevista

O período de  licença dos ministros Tereza Cristina e Marcelo Álvaro AntÕnio é de 22 a 26 de julho.