Tamanho do texto

Jornalista é fundador do site "The Intercept", que divulgou mensagens do ministro da Justiça e ex-juiz da Lava Jato

Ministro Sergio Moro arrow-options
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil - 2.7.19
Presidente do STF, Dias Toffoli quer explicações do ministro da Justiça

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli , pediu informações ao ministro da Justiça,Sergio Moro , e à Polícia Federal (PF ), sobre eventual investigação do jornalista Glenn Greenwald . O despacho foi dado em ação apresentada pelo partido Rede Sustentabilidade para anular procedimentos que possam ter sido abertos tendo Greenwald como alvo. Foi dado um prazo de cinco dias para que Moro e PF respondam.

Leia também: Arma apreendida na casa de Flordelis foi usada para matar pastor

O jornalista é fundado do site The Intercept Brasil, que divulgou trocas de mensagens atribuídas a Moro , na época em que ele era juiz na 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, e aos procuradores da força-tarefa.

Segundo o site O Antagonista, a PF, que é subordinada a Moro, pediu ao Conselho de Controle de Atividades Financeira ( Coaf ) um relatório das atividades financeiras de Greenwald. Até agora, ninguém — Moro, PF , Coaf e Ministério da Economia , ao qual o órgão é ligado — confirmou ou desmentiu a existência da investigação.

O relator da ação da Rede é o ministro Gilmar Mendes, mas o STF está de recesso no mês de julho. Assim, cabe ao presidente da Corte tomar as decisões consideradas urgentes no período. Após o recebimento das explicações, Toffoli também quer que a Advocacia-Geral da União (AGU) e a Procuradora-Geral da República (PGR) se manifestem em três dias.

Leia também: Vale assina acordo para indenizar famílias de funcionários mortos em Brumadinho