Tamanho do texto

Segundo o presidente do STF, o tema pode ser incluído em 'janelas' no calendário sem pauta definida; matéria pode beneficiar o ex-presidente Lula

Dias Toffoli
Rosinei Coutinho/SCO/STF - 27.6.19
Toffoli diz que prisão em segunda instância pode entrar na pauta ainda em 2019

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, afirmou nesta segunda-feira (1º) que, apesar de não constar na pauta dos trabalhos do segundo semestre, o processo que trata da prisão em segunda instância pode ainda ser analisado neste ano.

Leia também: Para centrão, saída de Onyx pode piorar articulação do governo

Toffoli colocou como possibilidade incluir a matéria em uma das "janelas", dias em que não há ainda pauta específica. Texto a ser avaliado pode beneficiar o ex-presidente Lula.

"A princípio não (será julgado no próximo semestre), mas tem janelas. É algo que ainda vamos analisar", disse o presidente do STF em café com jornalistas pela manhã.

Ele afirmou que o habeas corpus do ex-presidente Lula, por sua vez, deve ficar mesmo na 2ª Turma, sem ir a plenário. "Já houve dois julgamentos de habeas corpus do Lula no plenário, agora a decisão deve ser no caso específico", afirmou.

Leia também: Pior que tá não fica? "Governo Bolsonaro pode ser o pior de todos", diz Tiririca

Ele acredita que não há temor entre os ministros de enfrentar o tema. "Todos aqui têm couro suficiente para aguentar todo tipo de crítica e de pressão", finalizou Toffoli .

    Leia tudo sobre: lula