Tamanho do texto

Novo vazamento de mensagens mostra procuradores criticando participação de Moro no governo Bolsonaro; ex-juiz minimizou conteúdo divulgado

Sergio Moro
Pedro França/Agência Senado - 19.6.19
Sergio Moro questionou autenticidade das mensagens em seu Twitter

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, insinuou em seu Twitter que o conteúdo do  novo vazamento de mensagens de procuradores do Ministério Público Federal não é verdadeiro. “Se fosse verdadeira, não passaria de supostas fofocas de procuradores”, disse Moro sobre a matéria divulgada pelo The Intercept Brasil .

Moro disse que o site trocou nomes e datas e afirmou que “isso só reforça que as mensagens não são autênticas e que são passíveis de adulteração”. Para ele, “o que se tem é um balão vazio, cheio de nada”.

O ministro também minimizou as opiniões contrárias a sua participação no governo compartilhadas pelos procuradores do MPF ressaltando o fato de que nem todos estavam envolvidos na Operação Lava Jato .

Leia também: Mensagens mostram interesse de Dallagnol em acelerar ações contra Jaques Wagner

Moro , mais uma vez, questionou a maneira como as mensagens foram obtidas. “Até quando a honra e a privacidade de agentes da lei vão ser violadas com o propósito de anular condenações e impedir investigações contra corrupção?”.