Tamanho do texto

Desta vez, Ciro adicionou 'nazista' ao xingamento; ele já foi condenado a pagar R$ 38 mil em indenização ao vereador devido a um primeiro episódio

Holiday
André Bueno / CMSP
Vereador Holiday foi chamado de 'capitão-do-mato nazista' por Ciro Gomes nesta terça-feira

O ex-ministro e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), voltou a criticar, nesta terça-feira (24), o vereador Fernando Holiday (DEM-SP). Dessa vez, Ciro chamou o vereador de "capitão-do-mato nazista", expressão que já foi utilizada, em partes, pelo ex-candidato à Presidência pelo PDT em outras situações. Em resposta, Holiday afirmou que vai processá-lo. 

Leia também: "Se tem um brasileiro que sabe que o Lula não é inocente, sou eu", declara Ciro

"Ele é um capitãozinho-do-mato nazista", afirmou Ciro, durante uma entrevista à rádio Jovem Pan , nesta manhã. "Um camarada que chega na Câmara tem a obrigação que entender que 63% da população é negra como ele. E o que ele faz? Quer acabar com o Dia da Consciência Negra. É um traidor da negritude, um serviçal do branqueamento", afirmou sobre Holiday .

A declaração de Ciro foi justamente uma resposta ao jornalista que o indagou a respeito do processo e condenação contra o pedetista, em cima da primeira vez que usou essa expressão contra Holiday. Processado, Ciro foi obrigado a pagar R$ 38 mil em indenização por danos morais a Holiday, em ação movida no Tribunal de Justiça de São Paulo.

Hoje, Ciro  justificou o uso do termo como "liberdade de opinião" a afirmou ainda que sente orgulho em ser processado por políticos. "Já fui processado pelo Pitta, pelo Serra, pelo Maluf, por todos eles e tenho muito orgulho disso", disse. "Que venham os processos ", declarou. 

Poucos minutos após a declaração de Ciro na rádio, Holiday se pronunciou nas redes sociais, onde afirmou que o ex-governador do Ceará é "um covarde que adora ofendê-lo no rádio".

"O  Ciro Gomes já foi condenado em 1ª e 2ª instância em um dos processos que movi. E até agora, o que ele fez foi fugir das audiências e fugir de pagar as indenizações", escreveu. "É um covarde que adora me ofender no rádio, mas não tem culhão para me encarar como um homem de verdade", continuou.

"Há pouco, ele não só repetiu a ofensa contra mim, mas incrementou: 'capitão-do-mato nazista'. Agora, ele vai responder pelo 3º processo só que com uma indenização muito maior. E mais uma denúncia criminal. Aqui ele não ganha no grito!", finalizou Holiday .

Leia também: Primo de Ciro Gomes é anunciado e assumirá secretaria do governo Bolsonaro