Tamanho do texto

Filho do presidente tentou escrever "Lula ta preso, babaca", mas acabou trocando símbolos e usando espaços, o que deixou a frase sem sentido

Carlos Bolsonaro
Reprodução/Twitter
Carlos Bolsonaro cometeu gafe no Twitter nesta quinta-feira

Conhecido por suas inúmeras polêmicas no Twitter, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC) cometeu mais um deslize nesta quinta-feira (13). O filho "02" do presidente publicou uma mensagem em código morse, mas esqueceu letras e errou os símbolos. 

Leia também: Carlos Bolsonaro atribui ataque à Lava Jato e Moro ao PSOL e o PT 

O código morse é um sistema que representa letras e números utilizando pontos, traços e espaços, desenvolvido por Samuel Morse em 1835. Em sua conta do Twitter, Carlos Bolsonaro tentou fazer uma piada sobre o ex-presidente, mas colocou espaços desnecessários e usou subtraços em vez de traços, o chamado "underline". 




O filho do presidente tentou escrever "Lula tá preso babaca", mas esqueceu uma letra A. Além disso, os espaços usados de forma errada inverteram totalmente a ordem da frase, que acabou ficando sem sentido. 

Após a publicação, seguidores do vereador demonstraram apoio e responderam com outras mensagens usando o código. No entanto, a tentativa também gerou piada entre os usuários. "Ufa, já estava preocupado. Suas mensagem em geral eram tão pouco claras. Agora sim", escreveu um internauta. "Carluxo, procura um CAPS, o serviço deles é muito bom", aconselhou outra.

Na noite de ontem, Carlos Bolsonaro também usou a rede social para comentar o  vazamento das mensagens do ministro Sergio Moro com procuradores da Lava Jato. O vereador criticou a atuação da polícia federal no caso da facada contra seu pai e demonstrou desacreditar que o vazamento tenha sido feito por um hacker.

"'Hacker' .... hummmm... sei! Com todo respeito, espero que a Polícia Federal não dê o mesmo ritmo e linha que deu à tentativa de assassinato de Bolsonaro sobre este caso do hacker", afirmou. 

    Leia tudo sobre: Lula