Tamanho do texto

Durante entrevista à rádio BandNews FM, editor do The Intercept revela conversa entre ex-juiz e procurador em que Moro diz confiar em Luiz Fux; é a primeira vez que um ministro do STF é citado no caso

Luiz Fux
Fellipe Sampaio/SCO/STF - 17.11.2016
Em conversa com Moro, Deltan Dallagnol sugere que Luiz Fux apoia o trabalho da Lava Jato


Um novo vazamento de conversas envolvendo o ex-juiz e atual ministro da Justiça Sergio Moro e o procurador e chefe da força-tarefa da operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, cita, pela primeira vez, um ministro do Supremo Tribunal Federal. Durante entrevista à rádio BandNews , nesta quarta-feira (12), o editor do site The Intercept Brasil, Leandro Demori, revelou que em um dos diálogos, Deltan conversa com outros procuradores e afirma que Luiz Fux conversou com ele em reservado. A conversa é depois printada e mostrada a Moro, que responde: "In Fux we trust" (Em Fux nós confiamos).

Leia também: Indícios mostram que ataque hacker no 'coração' da Lava Jato foi planejado

Veja abaixo a nova conversa vazada, segundo revelação do editor do The Intercept:

Mensagem de 22 de abril de 2016:

Deltan Dallagnol para outros procuradores: Caros, conversei com o Fux mais uma vez hoje. Reservado, pe claro. O min. Fux disse quase espontaneamente que Teori fez queda de braço com Moro e viu que se queimou, e que o tom de resposta do Moro depois foi ótimo. Disse para contarmos com ele para o que precisarmos, mais uma vez. Só faltou, como bom carioca, chamar-me para air à casa dele rs. Mas os sinais foram ótimos. Falei da importância de nos protegermos como instituições. Em especial no novo governo.

Sergio Moro: Excelente. In Fux we trust

Deltan Dallagnol: kkk

Leia também: Deputado do PSL propõe convocar Greenwald, mas recua após euforia da oposição

A nova revelação acontece no mesmo dia em que a força-tarefa da Lava Jato emitiu uma nota em que falava da possibilidade de ataques de hackers alterarem diálogos entre os procuradores.