Tamanho do texto

Senador queria derrubar um veto de Temer que retirou os agentes penitenciários do Sistema Único de Segurança Pública (Susp)

Major Olímpio
Roque de Sá/Agência Senado - 12.2.19
Senador Major Olímpio (PSL-SP) se irritou com líderes do governo


O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), criticou nesta quarta-feira os líderes do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), e no Senado, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), além do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), porque, segundo ele, os três não cumpriram um acordo na votação de vetos presidenciais no Congresso.

Leia também: "Não dá para defender quem não quer ser defendido", diz Major Olímpio sobre Moro

Major Olímpio queria derrubar um veto de Temer que retirou os agentes penitenciários do Sistema Único de Segurança Pública (Susp). Ele havia apresentado um destaque para isso, mas foi convencido a retirá-lo, sob o argumento de que havia acordo para derrubar esse trecho. No entanto, essa parte do veto foi mantida por 241 votos a 204.

"Eu dei a minha palavra a vossa excelência (Davi Alcolumbre) e retirei o destaque. Dei a palavra à líder do governo no Congresso, dei a palavra ao líder do governo no Senado. E agora o que eu digo para 130 mil agentes penitenciários? Que não se tem palavra? Que é uma vergonha isto aqui mesmo, que é uma esculhambação?", disse o líder do PSL após o anúncio do resultado. 

Leia também: Datena conversa com Major Olímpio para se candidatar pelo PSL em 2020

De acordo com Major Olímpio , houve uma "molecagem".  Ele também disse não saber se houve "má fé", "incompetência", " irresponsabilidade", ou "tudo isso junto".