Tamanho do texto

Marcos do Val (PPS-ES) foi agraciado com a condecoração da Ordem do Mérito da Defesa, ao lado de outras pessoas como Santos Cruz e Heleno

Marcos do Val
Jane de Araújo/Agência Senado - 5.6.19
Marcos do Val (Cidadania-ES) é relator na CCJ do decreto de armas e será condecorado por Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) condecorou o senador Marcos do Val (Cidadania-ES) com a Ordem do Mérito da Defesa, nesta quarta-feira (5). O parlamentar é relator na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) dos projetos que tentam derrubar o  decreto de Bolsonaro que flexibilizou a posse e porte de armas . Ele já apresentou seu parecer em defesa da medida.

A inclusão do senador entre os agraciados com a comenda ocorreu por um decreto do dia 30 de maio assinado por Bolsonaro e o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva. No dia
anterior, Marcos do Val leu seu parecer na CCJ defendendo a manutenção integral dos decretos.

O parlamentar comemorou em suas redes sociais a inclusão do seu nome entre os agraciados. Ele postou nessa terça-feira (4) uma foto do convite que lhe foi enviado pelo ministro.
A premiação ocorrerá no dia 16 de junho.

Além de Marcos do Val , estão na lista diversos políticos e ministros, como o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do
presidente, os ministros Santos Cruz (Secretaria de Governo), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), entre outros.

Leia também: Carlos Bolsonaro recebe alta após passar um dia internado no Rio

Marcos do Val é instrutor de polícia e consultor da área de segurança, tendo se notabilizado por sua atuação nos Estados Unidos. Ele organizou um prêmio para policiais em 2017
que tinha o patrocínio da Taurus, fabricante de armas, e da Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC), fabricante de munições. O parlamentar nega conflito de interesses por ocupar a relatoria, destacando que o decreto de Bolsonaro , inclusive, abre o mercado nacional para concorrentes estrangeiros.