Tamanho do texto

Militar reformado é irmão da mãe da primeira-dama, esposa do presidente Jair Bolsonaro; ele também é investigado por extorsão e até homicídio

IstoÉ

Michelle Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR - 1.1.19
A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e o presidente, Jair Bolsonaro; tio da esposa do presidente foi preso

Sete policiais foram presos nesta quarta-feira (29) por atuarem em uma milícia em Ceilândia, no Distrito Federal. O sargento João Batista Firmo Ferreira, um dos alvos da Operação Horus, é tio da primeira-dama Michelle Bolsonaro , segundo o jornal Correio Braziliense . Ele é investigado por crimes de loteamento irregular do solo, extorsão e até homicídio. O militar reformado é irmão da mãe de Michelle.

Leia também: Familiares da primeira-dama Michelle Bolsonaro moram em favela de Brasília

A operação que resultou na prisão do tio de Michelle Bolsonaro foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em parceria com a Coordenação Especial de Repressão à Corrupção, ao Crime Organizado e aos Crimes contra a Administração Pública e contra a Ordem Tributária da Polícia Civil do DF.

Os sete sargentos detidos são lotados ou já atuaram no 8º e no 10º Batalhão da Polícia Militar, responsáveis pelo policiamento na região do Sol Nascente, onde a milícia atuava. As investigações começaram em 2011 e avançaram com a participação de um colaborador que integrou e liderou a quadrilha. Ele ajudou os policias para receber o benefício da redução da pena.

Leia também: Novo decreto de armas segue inconstitucional e pode favorecer milícias, diz MPF

Procurada pelo Correio Braziliense , a assessoria do Palácio do Planalto informou que não vai se pronunciar sobre o caso. O processo está tramitando em segredo de Justiça.