Tamanho do texto

Procurador da Lava Jato chamou emenda de "jabuti", mas alertou para o risco de a medida voltar a ser discutida pelos congressistas em outras propostas

Deltan Dallagnol,
Lula Marques/Agência PT
Coordenador da Lava Jato em Curitiba,Deltan Dallagnol comemorou o veto a 'emenda Gilmar Mendes'


Procurador da República responsável pelas denúncias e investigações da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol celebrou a derrubada da emenda da MP 870 que impedia a investigação de crimes não relacionados a questões fiscais que ficou conhecida como 'emenda Gilmar Mendes'.

Leia também: Câmara derruba 'emenda Gilmar Mendes' e devolve poder a auditores da Receita

Agora, a Medida Provisória, já sem a ‘ emenda Gilmar Mendes ’, vai ao Senado, onde deve ser votada na próxima semana. O acordo incluiu a análise de um projeto de lei pela Câmara sobre a prerrogativa de auditores fiscais, cuja urgência será votada na próxima semana.

“A retirada desse jabuti na Câmara foi uma vitória sim, mas a sociedade precisa continuar de olho. O mesmo tema pode ser retomado pelo Congresso em breve, em outro projeto”, escreveu Dallagnol em seu perfil no Twitter.

Leia também: Moro admite derrota em decisão sobre Coaf: "Perder faz parte da democracia"

Na quarta-feira (22), horas antes da ' emenda Gilmar Mendes ' começar a ser discutida no plenário da Câmara, o procurador publicou um vídeo em que afirmava sobre a importância da Receita Federal continuar investigando a corrupção.