Tamanho do texto

Filho do presidente causou polêmica ao sugerir 'Lula' para a palavra 'Livre' no programa Mega Senha e rebateu a provocação de Paulo Pimenta no Twitter

Eduardo Bolsonaro
Reprodução/RedeTV
Eduardo Bolsonaro no Mega Senha

O deputado federal Eduardo Bolsonaro foi alvo de piadas nas redes sociais neste domingo (19)  após sugerir "Lula" como dica para a palavra "livre" durante sua participação no programa Mega Senha, da RedeTV!. Nesta segunda-feira (20), o filho do presidente respondeu à polêmica e afirmou que a fala foi para ajudar a participante, coisa que "a Petezada" não faria. 

Tentando fazer com que uma competidora adivinhasse a palavra "livre", Eduardo optou pela dica "Lula", em referência ao bordão "Lula livre" adotado pelos apoiadores do petista. O líder da bancada do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), publicou o vídeo em sua conta do Twitter. "Até o Eduardo Bolsonaro quer #LulaLivre. Eles não escondem que essa luta está na boca do povo, que é uma bandeira que transcende a disputa política e as fronteiras do Brasil!", escreveu. 

O filho do presidente, por sua vez, rebateu o comentário do deputado petista e afirmou que o fato de a participante desconhecer a frase demonstra que a campanha pela liberdade de Lula não chegou à audiência popular do programa. "Além disso, minha tentativa mostra que minha vontade em ajudá-la está acima de questões partidárias, coisa que a PeTezada jamais faria", respondeu. 

"Como todo bom esquerdista que deturpa tudo em favor da sua causa o deputado ainda diz que quero o Lula livre, meu Deus! Desde quando defendo ladrão solto, sempre trabalhei pelo oposto disso", completou Eduardo. 





Leia também: Por causa de Datena, Eduardo Bolsonaro briga com Frota no Twitter: "Caroneiro"

Após a exibição do programa,  Eduardo Bolsonaro já havia recorrido ao Twitter para atacar o ex-presidente, preso desde abril do ano passado: “Nem no Mega Senha do @MarceloCRedeTV o Lula está livre", provocou. 

Relembre a participação de Eduardo Bolsonaro no programa Mega Senha: