Tamanho do texto

Presidente deve ir aos Estados Unidos na quarta-feira e pode se encontrar com o ex-presidente americano George W. Bush; agenda não foi confimada

Bolsonaro
Marcos Corrêa / PR
Agenda de eventos que Bolsonaro deve participar nos Estados Unidos ainda não foi confirmada

A semana em Brasília deve ser agitada no Congresso. Debates com ministros e votações importantes são os destaques dos próximos dias. Na terça-feira (14), ) o ministro da Economia, Paulo Guedes, discutirá com senadores sobre o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020, que prevê um salário mínimo de R$ 1.040 a partir de janeiro.

Leia também: Bolsonaro reconhece problemas e prevê possível 'tsunami' para semana que vem

Na quarta-feira (15), a Constituição de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) discute o projeto que proíbe a propaganda de cigarros (PLS 769/2015) e o grupo de trabalho do Ministério da Justiça e Segurança Pública que discute a cobrança de impostos sobre os cigarros com o ministro Sérgio Moro.

Já na Câmara, novas reuniões da Comissão Especial da Reforma da Previdência (PEC 6/19) devem ocorrer. Os deputados vão receber o economista do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Fabio Giambiagi e o subsecretário do Regime Geral de Previdência Social da Secretaria de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Nagamine Costanzi para debater o assunto.

Leia também: STJ deve julgar pedido de liberdade de Michel Temer na próxima terça-feira

Também na quarta-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro deve chegar aos Estados Unidos. A agenda de eventos que Bolsonaro deve participar ainda não foi confirmada. No entanto, é esperado um encontro entre ele e o ex-presidente americano George W. Bush.