O presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao lado do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro
Marcos Corrêa/PR
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao lado do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro

Impulsionada pela popularidade do ministro Sérgio Moro, a segurança pública é a área de atuação mais bem avaliada nos primeiros quatro meses de governo Jair Bolsonaro (PSL). De acordo com pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quarta-feira (24) , 57% dos brasileiros aprovam as ações desempenhadas nessa área, contra 40% que desaprovam.

O segundo setor que mais agradou aos brasileiros nesse início de governo Bolsonaro foi a educação – a despeito da paralisia e crise no Ministério da Educação (MEC), que levou à substituição precoce do então ministro Ricardo Vélez Rodrígues por Abraham Weintraub. Segundo o CNI/Ibope, 51% da população aprova as ações do governo federal para a educação, contra 44% que desaprova.

O ranking das áreas de atuação mais bem avaliadas segue com Meio ambiente (48% de aprovação), Combate à inflação (47%), Combate à fome e à pobreza (46%) e Combate ao desemprego (45%).

O setor com pior avaliação no governo até aqui é o controle da taxa de juros, reprovado por 57% dos brasileiros e aprovado por só 33%. Em seguida, aparecem os impostos (56% de reprovação) e a saúde (51% de reprovação), segundo a pesquisa Ibope .

Você viu?

Leia também: Governo Bolsonaro completa 100 dias com metas a cumprir e colecionando polêmicas

Sob a aba de Sérgio Moro no Ministério da Justiça e Segurança Pública, a área mais bem avaliada do governo tem como principal projeto o pacote anticrime, entregue ao Congresso em fevereiro e que ainda não avançou. Parte das propostas daquele projeto foi adotada por senadores, visando acelerar a tramitação enquanto a Câmara se debruça sobre a reforma da Previdência.

De concreto, o Ministério da Justiça e Segurança Pública já possibilitou que o governo celebrasse redução de 25% no número de homicídios em relação ao ano passado , conforme apontou levantamento não oficial realizado pelo portal G1 . Houve ainda queda no número de acidentes fatais em rodovias federais durante o feriado de Páscoa e a assinatura do decreto do presidente Jair Bolsonaro que amplia o acesso à posse de armas de fogo no País.

A pesquisa CNI/Ibope que mensurou a avaliação do governo Bolsonaro foi realizada entre os dias 12 e 15 de abril por meio de entrevistas com 2 mil pessoas, em 126 municípios.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários