Tamanho do texto

Filósofo e guru ideológico do presidente diz que Flávio, Carlos e Eduardo são pessoas "sinceras e honestas", mas sugere que eles abram mão de salários

Olavo de Carvalho
Reprodução
Olavo de Carvalho sugeriu filhos de Bolsonaro como ministros

O filósofo Olavo de Carvalho, considerado o guru ideológico Jair Bolsonaro, sugeriu, durante uma entrevista ao jornalista Pedro Bial , que o presidente desse um ministério para cada um de seus três filhos políticos.

Leia também: "Sem Olavo de Carvalho, estaríamos melhor", diz Alexandre Frota 

“Tomara que ponha os três de ministros. São pessoas muito sinceras, muito honestas.”, disse Olavo de Carvalho sobre o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSC-SP). O filósofo, no entanto, reitorou que os três deveriam abrir mão dos salários caso empossados. 

O trecho foi divulgado pela TV Globo, que exibe a entrevista completa com o guru ideológico de Bolsonaro na noite desta quarta-feira (10).

Frota criticou Olavo de Carvalho

Deputado federal eleito em São Paulo pelo PSL , mesmo partido de Jair Bolsonaro, o ator Alexandre Frota usou as redes sociais, nesta quarta-feira (10), para celebrar os 100 dias do governo na Presidência da República.

"Em 100 dias, Bolsonaro cumpre mais promessas que Dilma e Temer no mesmo período. Tenho certeza que se não tivéssemos Olavo opinando estaria melhor", disse Alexandre Frota , que aproveitou o momento para criticar mais uma vez o guru de Bolsonaro, Olavo de Carvalho.

Essa não é a primeira vez que o deputado critica a participação de Olavo no governo. Para Frota, o escritor deveria ter tido seu espaço reduzido por Bolsonaro, mas hoje tem mais influência do que os militares.

"Tudo o que vem do Olavo de Carvalho tem que tirar do governo. Ou tira ou vai continuar desse jeito que está aí, infelizmente", disse Frota em uma entrevista recente ao jornal  Folha de S.Paulo .

Leia também: Embaixador do Brasil nos Estados Unidos é tirado do posto por Ernesto Araújo

"O Olavo de Carvalho conseguiu colocar um papagaio de pirata do lado do Bolsonaro chamado Filipe G. Martins, que é assessor dele para viagens, assuntos internacionais e o caramba. É outro também. Não compactuo. Acho um bando de malucos, não gosto deles", afirmou Frota na ocasião.

"Não me importa se você gosta ou não. Vou falar o que penso. Aprendi com Bolsonaro em 2014. Ao conhecê-lo, ele me falou: não importa o que falem, seja você e diga a verdade. Estou seguindo o mestre", afirmou Frota sobre suas declarações sobre Olavo de Carvalho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.