undefined
Marcos Corrêa / PR
Michel Temer foi preso na manhã desta quinta-feira (21) pela Força-tarefa da Lava-Jato

O ex-presidente Michel Temer (MDB) foi preso pela Força-tarefa da Lava-Jato , na manhã desta quinta-feira (21), e a internet não demorou para repercutir sobre o caso.  Enquanto alguns internautas se mobilizaram para criar memes do ocorrido nas redes sociais, outros lamentaram ocorrido e desejaram força à família do emedebista.

Em poucos minutos, o nome de Michel Temer tornou-se o mais buscado no Google e ocupou a primeira posição entre os assuntos mais comentados nas redes sociais. “Prenderam o vampirão”, “Marcela solta” e “Michelzinho príncipe regente” foram algumas das brincadeiras criadas e compartilhadas no Twitter. Confira abaixo:

Temer vampiro

As comparações entre o ex-presidente e a criatura mitológica não foram esquecidas nesse momento. Enquanto alguns dão dicas de como lidar com o "vampirão", outros revelam "imagens de Temer em sua cela". 














Marcela solta

Ainda tiveram aqueles que afirmaram que a esposa do ex-presidente, Marcela Temer, estava solteira e "solta na pista". 

Leia também: Relembre as acusações contra o ex-presidente Michel Temer








Michelzinho youtuber

O filho mais novo do ex-presidente, conhecido como Michelzinho , de 9 anos, também foi lembrado pelos internautas. Devido ao seu canal no Youtube, o garoto chegou até a ser mencionado como príncipe regente do Brasil. 







Caçadores federais

A Polícia Federal também foi alvo das brincadeiras nas redes sociais. Os internautas não se prologaram para fazer memes comparando a instituição a verdadeiros caçadores de vampiro "a la Van Helsing".













Dilma feliz

A menção à ex-presidente Dilma Roussef (PT) dividiu opinões. Enquanto alguns brincaram com a possível reação da petista em relação ao acontecimento, outros pediram para que Dilma fosse o próximo alvo da Operação. 


















Leia também: MDB publica nota oficial e lamenta prisão de Temer; veja repercussão

Além de  Temer , o magistrado também determinou o encarceramento do ex-ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, que ainda não foi localizado. Os mandados são de prisão preventiva. O ex-presidente era investigado em três ações distintas, e ainda não sabe qual delas determinou a prisão do emedebista.

    Veja Também

      Mostrar mais