Tamanho do texto

Presidente compartilhou em sua página oficial no Twitter vídeo com conteúdo pornográfico e atribui cena aos blocas de rua do Carnaval

Jair Bolsonaro publicou vídeo com conteúdo pornográfico no Twitter e pode ser denunciado por quebra de decoro
Reprodução/Twitter
Jair Bolsonaro publicou vídeo com conteúdo pornográfico no Twitter e pode ser denunciado por quebra de decoro

A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom-PR) informou nesta quarta-feira (6) que o presidente Jair Bolsonaro não teve a intenção de criticar o Carnaval ao divulgar um vídeo com conteúdo pornográfico na sua conta de Twitter.

De acordo com a Secom, Jair Bolsonaro quis “caracterizar uma distorção clara” do espírito de alegria comumente associado ao Carnaval. “Não houve intenção de criticar o carnaval de forma genérica, mas sim caracterizar uma distorção clara do espírito momesco, que simboliza a descontração, a ironia, a crítica saudável e a criatividade da nossa maior e mais democrática festa popular”, diz a nota.

Na mesma nota, o Palácio do Planalto ressaltou que o vídeo postado na conta pessoal do presidente retrata “um crime, tipificado na legislação”.  “No vídeo, postado pelo presidente da República em sua conta pessoal de uma rede social, há cenas que escandalizaram, não só o próprio presidente, bem como grande parte da sociedade. É um crime, tipificado na legislação brasileira, que violenta os valores familiares e as tradições culturais do carnaval”.

Leia também: "Nada justifica o presidente compartilhar pornografia", diz Kim Kataguiri

As imagens publicadas por Bolsonaro mostram dois homens dançando em cima de um ponto de táxi, em um bloco de rua no  Carnaval  de São Paulo. Em um dado momento, um dos foliões coloca o dedo no próprio ânus. Mais tarde, esse mesmo homem se abaixa para o outro urinar na sua cabeça.

"Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no Carnaval brasileiro. Comentem e tirem suas conslusões (sic)", escreveu o presidente. A publicação foi feita ontem às 15h08 e o vídeo foi gravado no desfile do Blocu, em São Paulo, na última segunda-feira (4).

As imagens chocaram tanto os apoiadores de Bolsonaro quanto aqueles que se declaram como oposição ao governo. Isso porque o  Twitter  do presidente possui mais de 3,45 milhões de seguidores, incluindo menores de idade, e a publicação pode ser vista sem restrições.

Leia também: Bolsonaro repercute na web ao perguntar sobre 'golden shower'; veja respostas

Nesta terça, o assunto amanheceu sendo o mais comentado na rede social. A hashtag # ImpeachmentBolsonaro esteve no topo dos Trending Topics (TTs) do Twitter desde as primeiras horas do dia, seguida porém pela hashtag # BolsonaroTemRazão, de apoiadores de Jair Bolsonaro .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas