Tamanho do texto

Levantamento realizado pelo instituto MDA diz que maioria da população considera o governo regular; aprovação pessoal do presidente é de 57%

Presidente Jair Bolsonaro é aprovado por 57% dos brasileiros; governo por 38,9%, diz pesquisa
Valter Campanato/Agência Brasil
Presidente Jair Bolsonaro é aprovado por 57% dos brasileiros; governo por 38,9%, diz pesquisa

Uma pesquisa realizada pelo instituto MDA e encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) revelou que os primeiros meses do governo Bolsonaro foram considerados bons ou ótimos por 38,9% da população. O levantamento foi divulgado no final da manhã desta terça-feira (26).

Leia também: “Mourão está precocemente escalando o golpe contra Bolsonaro”, opina Ciro Gomes

Ainda segundo dados do levantamento, 29% das pessoas consideram o governo regular, enquanto 19% acham o início da gestão Bolsonaro ruim ou péssimo. 13,1% dos entrevistados não souberam opinar. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas em 137 municípios de 25 unidades federativas nas cinco regiões do país, entre os dias 21 e 23 de fevereiro.

A aprovação pessoal de Jair Bolsonaro é mais animadora: 57,5% dos entrevistados aprovam o presidente brasileiro, enquanto apenas 28,2% desaprovam. 14,3% das pessoas não responderam.

O atual governo também foi melhor avaliado que as gestões anteriores. Para 55,4%, Bolsonaro tem se saído melhor que Michel Temer. 24,3% acham que está sendo igual e 8,7% acreditam que é pior. Contra Dilma Rousseff, 55,9% preferem o atual governo, 19,4% acreditam que a petista fez um trabalho melhor e 14,5% disseram que está tudo igual.

Leia também: Empresário admite desvio de R$ 30 mil para Luciano Bivar; presidente do PSL nega

Entre os entrevistados que votaram em Jair Bolsonaro nas últimas eleições, 86,3% estão satisfeitos ou muito satisfeitos com a escolha, enquanto 7,6% se declararam arrependidos com o voto.

A pesquisa também questionou sobre a expectativa dos eleitores para os próximos meses de governo , confira:

  • Emprego: vai melhorar: 51,3%, vai piorar: 17,2%, vai ficar igual: 28,7%
  • Renda mensal: vai aumentar: 33,8%, vai diminuir: 9,6, vai ficar igual: 51,2%
  • Saúde: vai melhorar: 41,7%, vai piorar: 19,2%, vai ficar igual: 36,0%
  • Educação: vai melhorar: 47,2%, vai piorar: 15,6%, vai ficar igual: 34,8%
  • Segurança pública: vai melhorar: 53,3%, vai piorar: 17,5%, vai ficar igual: 26,3%

Os entrevistados também foram ouvidos sobre algumas medidas de Jair Bolsonaro. Veja:

  • Reestruturação dos ministérios e órgãos federais: 62,2% aprovam e 21,3% desaprovam.
  • Salário mínimo em R$ 998,00: 29,5% aprovam e 66,9% desaprovam.
  • Decreto que flexibiliza a posse de armas: 42,9% aprovam e 52,6% desaprovam.
  • Reforma da Previdência: 43,4% aprovam e 45,6% desaprovam.
  • Pacote anticrime: 62,0% aprovam e 18,8% desaprovam.

Por fim, a pesquisa deu dados sobre o que os eleitores consideravam os principais desafios do governo de Bolsonaro. Saúde (42,3%), segurança (34,3%), educação (31,6%), corrupção (29,2%), emprego (23,7%) e economia (14,3%) foram os eleitos.