Tamanho do texto

Acidente foi capturado por câmeras da concessionária CCR, responsável pela administração da Rodovia Anhanguera, aonde aconteceu o desastre

Imagens flagraram momento da queda do helicóptero Ricardo Boechat
Reprodução
Imagens flagraram momento da queda do helicóptero Ricardo Boechat

Um vídeo das câmeras de segurança da concessionária CCR, responsável pela administração da Rodovia Anhanguera, flagrou o momento exato da queda do helicóptero que levava o jornalista Ricardo Boechat, que acabou morrendo no acidente ao lado do piloto.

Leia também: Corpo de Ricardo Boechat é velado no Museu da Imagem e do Som em SP

O jornalista Ricardo Boechat voltava de um evento na cidade de Campinas, onde deu uma palestra para os funcionários de uma empresa farmacéutica. Ele pousaria no heliponto da TV Bandeirantes

Nas imagens, é possível ver que a aeronave estava perdendo altitude rapimente. Quando o piloto tenta fazer o pouso de emergência, ele acaba colidindo com o caminhão que saia do pedágio. A batida não é mostrada pelas imagens.

Confira o vídeo :




O corpo do jornalista começou a ser velado por volta das 23h30 de ontem, no Museu da Imagem e do Som, nos Jardins, região nobre da capital. O velório se estendeu pela madrugada e segue aberto ao público até as 14h desta terça-feira (12). Às 16h, o corpo será cremado em uma cerimônia fechada à família.

Pela noite e no início da manhã, apenas familiares e amigos próximos estavam autorizados a entrarem no local onde o corpo estava sendo velado. Do lado de fora, aglomeravam-se fãs, ouvintes e telespectadores de Boechat, esperando o velório ser aberto ao público em geral. A cerimônia se tornou pública perto das 9h de hoje.

Boechat tinha 66 anos, era apresentador do  Jornal da Band  e da rádio  BandNews FM  e tinha uma coluna semanal na revista  ISTOÉ  . O jornalista nasceu em Buenos Aires, na Argentina, quando o pai Dalton Boechat, diplomata, estava a serviço do Ministério das Relações Exteriores.

Leia também: Helicóptero que levava Boechat estava em situação regular, afirma Anac 

Dono de um humor ácido, usava essa característica para noticiar fatos e criticar situações. O tom era frequente nos comentários de rádio, televisão e também na imprensa escrita. Ricardo Boechat  deixou mulher, cinco filhas e um filho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas