Todos os ministros do governo Bolsonaro participam da reunião comandada por Mourão
Valter Campanato/ABr
Todos os ministros do governo Bolsonaro participam da reunião comandada por Mourão

O vice-presidente da República Hamilton Mourão comanda, na manhã desta terça-feira (5), uma reunião com os 22 ministros do governo Bolsonaro. Em pauta, o andamento das 35 metas apresentadas pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, para os primeiros 100 dias do governo.

Leia também: Onyx apresenta 35 metas para os primeiros 100 dias do governo Bolsonaro

Uma das principais reformas a serem propostas, a da Previdência, deve ter destaque na conversa entre os ministros . O titular da pasta da Economia, Paulo Guedes, tem conversado com dirigentes de outros Poderes para garantir que o texto encaminhado pelo Palácio do Planalto tenha rápida tramitação no Congresso.

Paulo Guedes jantou nesta segunda-feira (4) com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, para tratar do assunto e ainda pretende conversar pessoalmente com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Você viu?

Outra prioridade do governo para os primeiros 100 dias, a lei anticrime, teve o primeiro avanço ontem (4), quando o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro , apresentou os detalhes  do projeto que o governo enviará ao Congresso Nacional nos próximos dias. A proposta foi apresentada a governadores, a Rodrigo Maia, a à Frente Parlamentar de Segurança Pública da Câmara, composta por 299 deputados.

Leia também: Pacote anticrime de Moro promete rigidez contra a corrupção e o crime organizado

Relembre as  35 metas propostas por Onyx Lorenzoni: 

  • Estímulo à agricultura familiar (Agricultura) 
  • 13º benefício do Bolsa Família (Cidadania) 
  • Modernização do Bolsa Atleta (Cidadania) 
  • Implantação do Centro de Testes de Tecnologia de Dessalinização (Ciência e Tecnologia) 
  • Programa Ciência na Escola (Ciência e Tecnologia) 
  • Plano Nacional de Segurança Hídrica (Desenvolvimento Regional) 
  • Combate às fraudes nos benefícios do INSS (Economia) 
  • Redução da máquina administrativa (Economia) 
  • Intensificação do processo de inserção econômica internacional (Economia) 
  • Vinculação da autorização de concursos públicos à adoção de medidas de eficiência administrativa (Economia) 
  • Sine aberto (Economia) 
  • Alfabetização Acima de Tudo (Educação) 
  • Privatizações no Setor de Transportes (Infraestrutura) 
  • Decreto de facilitação da posse de armas (Justiça) 
  • Projeto de Lei Anticrime (Justiça) 
  • Apoio à Operação Lava Jato (Justiça) 
  • Aprimorar o Sistema de Recuperação Ambiental (Meio Ambiente) 
  • Plano Nacional para Combate ao Lixo no Mar 
  • Viabilizar o leilão de excedente da cessão onerosa (Minas e Energia) 
  •  Campanha nacional de combate ao suicídio e à automutilação de crianças, adolescentes e jovens 
  • Regulamentação de partes da Lei Brasileira de Inclusão (Mulher, Família e Direitos Humanos) 
  • Educação domiciliar (Mulher, Família e Direitos Humanos) 
  • Redução tarifária do Mercosul (Relações Exteriores) 
  • Retirada do Brasil do padrão de passaporte do Mercosul e retomar o brasão da República como identidade visual nesse documento (Relações Exteriores) 
  • Fortalecer a vigilância e aumentar a cobertura vacinal (Saúde) Melhorar o ambiente de negócios do turismo e potencializar a atração de investimentos para o Brasil (Turismo) 
  • Reestruturar a Empresa Brasileira de Comunicação (Secretaria de Governo) 
  • Racionalizar e modernizar estruturas e processos ministeriais (Secretaria-Geral)  
  • Regras e critérios para ocupação de cargos de confiança (CGU) 
  • Programa "Um por Todos e Todos por Um!" pela ética e cidadania (CGU) 
  • Criação do comitê de combate à corrupção no governo federal (CGU)
  • Sistema Anticorrupção do Poder Executivo Federal (CGU) Atendimento eletrônico de devedores dos órgãos federais (AGU) 
  • Independência do Banco Central (BC) 
  • Critérios para dirigentes de Bancos Federais (BC)

A reunião entre os ministros deverá terminar antes da hora do almoço. Ainda não se sabe se Mourão falará com a imprensa após o encontro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários