Tamanho do texto

Deputados federais eleitos colocaram ponto final da polêmica de uma briga e disseram que estão juntos para defender o governo de Jair Bolsonaro

Joice Hasselmann mostrou que está em paz com Eduardo Bolsoanro com foto no Twitter
Reprodução/Twitter
Joice Hasselmann mostrou que está em paz com Eduardo Bolsoanro com foto no Twitter


Após polêmicas de que deputados influentes da próxima bancada do PSL estariam brigados, a futura parlamentar Joice Hasselmann usou as redes sociais para mostrar que está unida com Eduardo Bolsonaro e que não existe briga entre eles. Os dois foram os mais votados na última eleição.

Leia também: Joice Hasselmann critica atitude de Rosa Weber na diplomação de Bolsonaro

“Estamos juntos! Eu e Eduardo fazemos parte da mesma família: a família que luta pelo País. Vamos meu povo, o Jair Bolsonaro precisa de todos nós. O PSL está mais unido do que nunca”, escreveu Joice Hasselman n em seu twitter.

No post em que aparece fazendo um gesto em que forma um coração, a futura deputada chega a chamar Eduardo Bolsonaro de irmão, colocando um ponto final em qualquer briga que pode ter havido.

“A paz pelo Brasil, pelo governo de Jair Bolsonaro e pela nossa bancada do PSL. Irmãos são assim. Vamos mudar o Brasil de verdade”, declarou.

Jornalista e biógrafa de Sérgio Moro, Joice é uma das eleitas pelo PSL mais influente nas redes sociais e, até por isso, possui uma boa relação com o presidente Jair Bolsonaro. Defensora do presidente eleito durante toda a campanha, ela teve o nome ligado a um possível ministério da comunicação, mas sempre declarou que quer fazer um trabalho de defesa do próximo governo na Câmara dos Deputados .

Leia também: Polícia abre inquérito para apurar cabeça de porco enviada a Joice Hasselmann

O PSL terá a segunda maior bancada da próxima legislatura. O partido do próximo presidente conseguiu eleger 52 deputados contra 56 do PT. Com a força, a sigla já comunicou, por meio de Eduardo Bolsonaro, atual líder do PSL na Câmara dos Deputados, que não vai apoiar a reeleição de Rodrigo Maia à presidência da casa.

"Todos sabemos que ele chegou articulando e conversando muito com o pessoal do PT. Não foi à toa que matérias como a CPI da UNE, dentre outras, não foram adiante. Por outro lado, ele transita bem pela direita. Seria muito melhor Maia do que alguém do PT no comando da casa, pode ter certeza disso, tanto que ele coloca adiante pautas como a comissão da escola sem partido, desarmamento, mas existem outras preferências", declarou Eduardo ao blog da jornalista Andreia Sadi.

Força feminina do partido, Joice Hasselmann recebeu mais de um milhão de votos em outubro e se tornou a deputada federal mais votada na história do Brasil, conseguindo, assim, credibilidade para ser uma das líderes da sigla nos próximos quatro anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.