Tamanho do texto

Em entrevista, o governador eleito de São Paulo disse que também não pensa na presidência do PSDB; hora agora é de torcer pelo mandato de Bolsonaro

O novo governador de São Paulo, João Doria, diz que não será candidato à presidência em 2022
Rovena Rosa/Agência Brasil
O novo governador de São Paulo, João Doria, diz que não será candidato à presidência em 2022


O novo governador de São Paulo, João Doria (PSDB) declarou, na sexta-feira (2), que não tem intenção de se candidatar ao cargo de Presidente da República em 2022. A afirmação foi feita pelo governador eleito durante entrevista concedida para a Rede TV .

Leia também: Doria anuncia como 'novas' medidas já tomadas por antecessores 

Para o novo governador de São Paulo, João Doria , o momento é de prestar muita atenção no Estado. “Foco total na gestão e na responsabilidade que tenho como governador eleito de São Paulo”, disse.

Além de ressaltar a importância de estar centrado no novo cargo, o tucano também comentou que é preciso valorizar o mandato do próximo presidente, Jair Bolsonaro (PSL). “Temos que prestigiar, apoiar e reconhecer esse mandato, conquistado por mais de 50 milhões de votos”, afirmou. Doria disse que o governo de Bolsonaro precisa receber um voto favorável das pessoas, ou seja, acreditar que vai dar certo e focar no Brasil atual, para construir um País melhor amanhã. “Para isso acontecer, nós não temos que alimentar nenhum tipo de colocação sucessória”, completou.

Leia também: João Doria (PSDB) é eleito o novo governador de São Paulo com 51,75% dos votos 

O governador eleito também negou a possibilidade de ser o próximo nome à presidência de seu partido, o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), que tem como atual líder nacional Geraldo Alckmin, que chegou a concorrer à Presidência do Brasil no primeiro turno das eleições deste ano. “Também não é o momento de colocar isso”, explicou. “Agora é hora de fazer uma revisão do que essas eleições foram para o PSDB . Serenamente, modestamente e com humildade. Tenho certeza que os dirigentes farão isso”, disse.

Doria também acrescentou que, depois do resultado das eleições 2018, em que o partido teve um resultado mais fraco, o “PSDB precisa sair do quinto andar do edifício de escritórios e andar no chão de fato”.

Novo governador de São Paulo, João Doria deixou a prefeitura da capital paulista após um ano e meio de gestão

Criticado por seus eleitores quando deixou a prefeitura da capital, o novo governador de São Paulo, João Doria, declarou que o foco, agora, é total no Estado
Divulgação
Criticado por seus eleitores quando deixou a prefeitura da capital, o novo governador de São Paulo, João Doria, declarou que o foco, agora, é total no Estado


Ex-prefeito da capital paulista, o tucano obteve 10,6 milhões de votos (51,7% dos votos válidos) no segundo turno das eleições, que aconteceu no último dia 28, e conseguiu renovar por pelo menos mais quatro anos a dinastia do PSDB, que já está em seu 7º mandato governando o estado de São Paulo.

No começo do ano, o novo governador de São Paulo, João Doria , foi muito criticado por seus eleitores, que se sentiram traídos, já que o tucano havia se comprometido a cumprir todo o seu mandato como prefeito, se fosse eleito. Após vencer a eleição para gestor da capital paulista no primeiro turno, de forma inédita, ele  deixou o cargo para concorrer ao governo após 15 meses de trabalho.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.