Tamanho do texto

Presidente nacional do PTB faz vasta campanha a favor do candidato do PSL, ataca PT e a imprensa e diz que a "democracia continuará sobrevivendo"

Presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro
Valter Campanato/Agência Brasil - 7.6.17
Presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, usou suas redes sociais ao longo deste domingo (28) para fazer ampla campanha para o candidato Jair Bolsonaro (PSL) e para atacar o PT e a imprensa.

Leia também: Bolsonaro se desentende com o chefe de sua segurança e PF vai avaliar troca

Condenado a sete anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do mensalão (sentença que o levou a passar pouco mais de um ano preso e agora), Roberto Jefferson  justificou seus ataques ao Partido dos Trabalhadores citando "propina" recebida de "empresas selecionadas" durante governos petistas.

"Por que não votar no PT? Porque durante muitos anos governos do PT destinaram mais de R$ 700 bilhões para serem 'emprestados' a empresas selecionadas a dedo (JBS etc) e para empreiteiras fazerem obras no exterior (Odebrecht etc). Boa parte desse dinheiro voltou na forma de propina", escreveu o ex-deputado.

Em vídeo, Roberto Jefferson disse que "pagou um alto preço" por combater o PT. "Iniciei essa luta contra o PT para impedir que o Brasil se transformasse numa República sindicalista. Paguei um alto preço por isso. Mas Deus me permitiu voltar, ainda no frafor da batalha, no campo de guerra, para, ao lado do povo, dizer: a nossa bandeira jamais será vermelha." 

Leia também: Vereadora do PSL é presa suspeita de compra de votos para Haddad em Alagoas