Tamanho do texto

Candidato do Novo alcançou 42,7% dos votos na eleição e terá como adversário tucano, que somou 29% dos votos; Pimentel ficou em terceiro

Eleições em Minas Gerais:  Romeu Zema e Antônio Anastasia vão disputar o segundo turno no estado
Reprodução
Eleições em Minas Gerais: Romeu Zema e Antônio Anastasia vão disputar o segundo turno no estado

Os candidatos Romeu Zema (Novo) e Antônio Anastasia (PSDB) vão disputar o segundo turno da eleição em Minas Gerais para o cargo de governador do Estado. O resultado foi confirmado pela Justiça Eleitoral às 20h30 deste domingo (7) após apuração de 96% das urnas. A votação do segundo turno está agendada para o dia 28 deste mês.

Leia também: Jair Bolsonaro e Fernando Haddad se enfrentam no segundo turno para presidente

Mais de 12,2 milhões de eleitores participaram da votação em todo o Estado neste domingo, número que equivale a 77,80% das mais de 15 milhões de pessoas que compõem o eleitorado mineiro. Zema obteve 42,73% (4,1 milhões de votos) dos mais de 9,6 milhões de votos válidos registrados na  eleição em Minas Gerais , enquanto o candidato à reeleição, Anastasia, foi escolhido por 29,06% do eleitorado mineiro (2,8 milhões de votos).

Ainda nas eleições para governador de Minas Gerais , também foram contabilizados 23,12% de votos nas eleições 2018 para o atual governador Fernando Pimentel (PT); 2,77% para o candidato Adalclever Lopes (MDB) e 1,38% para o candidato Dirlene Marques (Rede). João Barista (Rede), Claudiney Dulim (Avante) e Jordano Metalúrgico (PSTU) atigiram menos de 1% dos votos. Brancos e nulos somaram 20,6%.

Zema e Anastasia já poderão retomar suas campanhas nas ruas e na internet, de olho no segundo turno da eleição, a partir desta segunda-feira (8). A propaganda eleitoral no rádio e na TV será reiniciada na sexta-feira (12).

Leia também: Quem é Fernando Haddad e quais suas propostas para governar

Os desafios para quem vencer a eleição em Minas Gerais

Vencedor da Eleição em Minas Gerais tomará posse na Cidade Administrativa, em BH
Divulgação
Vencedor da Eleição em Minas Gerais tomará posse na Cidade Administrativa, em BH

Segundo maior colégio eleitoral do País, Minas Gerais tem 20,8 milhões de habitantes, conforme estimativa do IBGE. O próximo governante terá como um de seus principais desafios equilibrar as contas do estado, que nos últimos anos chegou a atrasar o salário de servidores, gerando greves e paralisações nas prestações de serviços.

Para tanto, será necessário retomar o crescimento econômico do estado, estagnado nos últimos anos. 

Leia também: Quem é Jair Bolsonaro e quais suas propostas para governar

O vencedor da disputa entre Zema e Anastasia no segundo turno da  eleição em Minas Gerais  tomará posse na Cidade Administrativa no dia 5 de janeiro. Seu mandato vai até o dia 31 de dezembro de 2022.