Tamanho do texto

Ex-ministro subiu também na região Sudeste, onde Bolsonaro continua líder; candidato do PSL já é o favorito da maioria do eleitorado de maior renda

Entre os diplomados, Fernando Haddad é o favorito de apenas 14%, segundo mostrou nova pesquisa Ibope
Ricardo Stuckert
Entre os diplomados, Fernando Haddad é o favorito de apenas 14%, segundo mostrou nova pesquisa Ibope

A nova pesquisa Ibope, divulgada na noite dessa quarta-feira (3) , aponta crescimento do candidato Fernando Haddad (PT) entre os eleitores de baixa renda e menos escolarizados. Já o candidato Jair Bolsonaro (PSL) ampliou ainda mais sua vantagem entre os mais ricos. No balanço geral, o ex-capitão do Exército lidera a corrida presidencial, com 32% de intenções de voto, seguido pelo petista, que hoje têm a preferência de 23% dos eleitores.

Em relação à pesquisa Ibope  anterior, divulgada dois dias antes , Fernando Haddad cresceu sete pontos percentuais entre os eleitores que possuem renda familiar de até um salário mínimo. O petista tem agora a promessa de voto de 33% desses eleitores, contra 19% de Bolsonaro. O ex-ministro também melhorou seu desempenho entre aqueles que estudaram só até a quarta série do ensino fundamental, passando de 26% para 34% das intenções de voto desse nicho.

Já Bolsonaro se consolidou ainda mais entre as elites. O candidato do PSL cresceu três pontos percentuais e atingiu 43% das intenções de voto dos brasileiros com ensino superior. Segundo colocado também nesse segmento, Haddad tem a preferência de só 14% dos eleitores diplomados.

Mais de a metade (51%) dos eleitores que vivem com renda superior a cinco salários mínimos declara voto a Bolsonaro. Haddad, por outro lado, despencou de 17% para 11% de preferência entre esses brasileiros.

Haddad sobe na região Sudeste, mostra pesquisa Ibope

Candidato Jair Bolsonaro é favorito de 51% do eleitorado com renda acima de cinco salários mínimos, diz pesquisa Ibope
Divulgação/Jair Bolsonaro
Candidato Jair Bolsonaro é favorito de 51% do eleitorado com renda acima de cinco salários mínimos, diz pesquisa Ibope

O candidato do PSL segue soberano no Sul do País, onde tem 40% das intenções de voto, contra 14% de Haddad. Região mais populosa do Brasil, o Sudeste ainda tem eleitorado mais favorável a Bolsonaro (35%), mas o ex-prefeito de São Paulo subiu cinco pontos percentuais na região, passando de 13% para 18% nos últimos dias.

No Nordeste, o cenário permanece estável: lá, Fernando Haddad tem 36% dos votos (variou um ponto percentual para cima), e Bolsonaro tem 21%. Nas regiões Norte e Centro-Oeste, o ex-capitão do Exército se mantém na liderança, estabilizado em 34%, mas viu Haddad se aproximar. O petista cresceu dois pontos percentuais e chegou a 25% de preferência nessas regiões. 

Leia também: Campanha de Haddad e Lula paga quase R$ 8 milhões a empresas ligadas à Lava Jato

A nova pesquisa Ibope foi realizada entre os dias 1º e 2 deste mês e ouviu um total de 3.010 eleitores. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança do estudo é de 95%.