Tamanho do texto

Candidato á Presidência pelo PSL está sem febre ou sinais de infecção, informou o hospital; deputado sofreu atentado no último dia 6 em MG

Internado desde que sofreu ataque a faca, no último dia 6, Jair Bolsonaro deve ter campanha centrada na internet
Reprodução/Youtube
Internado desde que sofreu ataque a faca, no último dia 6, Jair Bolsonaro deve ter campanha centrada na internet

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, está sem febre ou sinais de infecção e seu estado de saúde é estável, de acordo com boletim médico divulgado na manhã deste sábado (15).

Jair Bolsonaro permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Israelita Albert Einstein e, após 60 horas da última cirurgia , feita para a correção de aderência que estava obstruindo o intestino delgado, o candidato evolui sem dor e recebe tratamento para prevenção de trombose venosa.

De acordo com a equipe médica , sessões de fisioterapia, incluindo exercícios respiratórios e de fortalecimento muscular serão mantidas.

Leia também: Campanha de Bolsonaro intensifica uso de vídeos e busca apoio de mulheres e gays

De acordo com os médicos, a cirurgia emergencial de quarta-feira durou cerca de uma hora. Bolsonaro sofreu uma "distensão abdominal progressiva e náuseas, e foi submetido a uma tomografia de abdômen que evidenciou presença de aderência obstruindo o intestino delgado" e, por isso, foi indicado o tratamento cirúrgico. A operação foi bem sucedida e as aderências na parede intestinal do candidato foram liberadas, de acordo com a equipe médica.

Ataque ao candidato Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro foi atingido por uma facada na região abdominal no último dia 6 de setembro durante um comício
Reprodução/Twitter
Jair Bolsonaro foi atingido por uma facada na região abdominal no último dia 6 de setembro durante um comício

deputado federal e candidato à Presidência da República Bolsonaro foi atingido por uma facada na região abdominal no último dia 6, quando participava de um comício Juiz de Fora (MG). O autor do ataque, Adelio Bispo de Oliveira, foi detido na sequência.

O deputado foi encaminhado para a Santa Casa de Juiz de Fora, onde passou por uma cirurgia de emergência, recebeu uma transfusão de sangue e colocou uma bolsa de colostomia.  Jair Bolsonaro  foi transferido para o Hospital Albert Einstein, na capital paulista, no último dia 7. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.