undefined
Divulgação
Contido no primeiro debate na TV, Jair Bolsonaro protagonizou embate mais acalorado com Marina Silva na RedeTV

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, pode não voltar a participar de debates com adversários . A informação é do presidente do partido, Gustavo Bebianno, segundo o qual a coordenação da campanha avalia cancelar a participação do candidato nos eventos futuros pois eles "não acrescentam em nada".

“Ele [ Jair Bolsonaro ] está de saco cheio desses debates inócuos, que não levam a nada. Não sabemos se ele vai aos outros. Tem 40%, 50% de chance de não ir”, disse Bebianno em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo .  

Durante carreata realizada na manhã desta quinta-feira (23) em Araçatuba, no interior de São Paulo , Bolsonaro reforçou as críticas ao formato dos debates, nos quais "se tem 30 segundos para expor alguma coisa". "Não podemos aceitar armadilhas como querem fazer em vários debates", disse o candidato.

"Os debates não são prioridade, não acrescentam em nada. A formatação nivela todo mundo por baixo, parece concurso de Pinóquio: todo mundo tem solução milagrosa", corroborou Bebianno em entrevista à agência Reuters .

A ala do PSL que defende tirar o candidato dos próximos debates entende que é mais produtivo para sua campanha investir em carreatas, comícios e outros eventos junto a seus eleitores – transmitindo tudo pelas redes sociais, como de praxe.

Apesar das declarações de Bebianno e do próprio candidato do PSL , um dos filhos de Jair, o vereador fluminense Carlos Bolsonaro, publicou mensagem nas redes sociais sugerindo que seu pai não fugirá de discussões. "Ele tem ido a palestras, entrevistas, sabatinas e debates desde o início. E os mesmos bandidos inventam a narrativa de que ele não iria. Vai ver que esse cara que está no chão com a população é um robô e não sabemos!", escreveu Carlos Bolsonaro.

Jair Bolsonaro nos debates

undefined
Reprodução/Folhapress
Jair Bolsonaro escreveu tópicos "pesquisa", "armas" e "Lula" em sua mão para debate

Bolsonaro já participou de dois debates na televisão e era esperado para o terceiro evento, a ser realizado pela rádio Jovem Pan na próxima segunda-feira (27). Sua ausência deve fazer com que a discussão não conte com os dois candidatos de maior apoio entre o eleitorado. Preso, Lula (PT) tem 39% das intenções de votos, enquanto o ex-capitão do Exército tem 19% da preferência dos eleitores, conforme levantamento divulgado nesta semana pelo Datafolha .

Contido no primeiro debate, realizado pela TV Bandeirantes no dia 9 deste mês, Jair Bolsonaro  se soltou mais no evento seguinte, promovido pela RedeTV na semana passada. Na ocasião, o candidato do PSL protagonizou discussão acalorada com Marina Silva (Rede), que o acusou de "querer resolver tudo no grito".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários