Tamanho do texto

PT decidiu, em reunião, fortalecer o nome de Fernando Haddad (PT) no Nordeste; região é tradicional reduto eleitoral do partido

PT quer Haddad  (PT) representando Lula em debates eleitorais
Divulgação
PT quer Haddad (PT) representando Lula em debates eleitorais

O Partido dos Trabalhadores bateu o martelo: já na próxima semana o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), vice na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva na corrida pela presidência da República, iniciará uma série de viagens pelo Nordeste do Brasil visando fortalecer seu nome entre eleitores tradicionais do partido.

Leia também: PT registra candidatura de Lula com ato político no TSE; Haddad é o vice

Havia, na cúpula do PT, certa resistência em lançar já a campanha de Haddad (PT) . Isso porque, imaginam os petistas, apresentar o ex-prefeito como porta-voz de Lula poderia fortalecer a ideia de que o partido está resignado ante a inelegibilidade do ex-presidente.

Preso em Curitiba desde abril deste ano e liderando as pesquisas de intenção de voto, o PT registrou nesta quarta (15) o nome do líder do partido como candidato à Presidência. Uma multidão de milhares de pessoas acompanhou, em cortejo, as lideranças do PT que foram até o Tribunal Superior Eleitoral com os papéis necessários para oficializar a chapa presidencial.

Como a possibilidade de o TSE barrar a candidatura é grande, cogita-se, em bastidores, que cedo ou tarde o ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação de Lula assumirá a cabeça da chapa. Daí a urgência em iniciar sua campanha pelo Nordeste .

Leia também: Temendo repercussão positiva para campanha, Moro adia depoimentos de Lula

“Jamais tivemos uma discussão sobre esconder Haddad, seria um erro crasso nosso. Isso está superado. Não tem mais dúvida, não tem mais polêmica. A campanha está na rua”, disse, ao jornal Folha de S.Paulo, a presidenta nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann.

Rui Costa, governador da Bahia e ex-presidente do partido, foi no mesmo tom: “Nós queremos ganhar a eleição, e quem quer ganhar a eleição tem que pedir voto”, disse, à Folha de S.Paulo.

Jaques Wagner, outra liderança do PT, também se colocou favorável à “caravana pelo Nordeste” do vice do ex-presidente. “Temos pouquíssimo tempo, a campanha é curta. O nome de Lula é conhecido, mas, como ele não pode fazer campanha, Haddad fará”, concluiu.

O próprio ex-presidente Lula foi quem lançou a ideia de ter Haddad (PT) como vice, e, eventualmente, como cabeça de chapa do partido. Caso isso aconteça, Manuela D´Ávila assumiria o lugar de vice na chapa petista.

Leia também: Militantes pró-Lula se reúnem em Brasília para registro de candidatura

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.