Tamanho do texto

Usina da siderúrgica explodiu no início da tarde e vítimas foram socorridas com "escoriações leves", segundo companhia – que ainda não sabe o que causou o incidente; valor das ações da Usiminas despenca após explosão

Gasômetro da Usiminas explodiu na tarde desta sexta-feira em Ipatinga (MG)
Reprodução/Twitter
Gasômetro da Usiminas explodiu na tarde desta sexta-feira em Ipatinga (MG)

Um gasômetro da siderúrgica Usiminas explodiu no início da tarde desta sexta-feira (10) em Ipatinga, a cerca de 215 quilômetros de Belo Horizonte. De acordo com a empresa, ao menos 30 pessoas ficaram feridas e foram socorridas ao Hospital Márcio Cunha. Nenhuma delas está em estado grave de saúde e a maioria das vítimas "apresenta leves escoriações", ainda conforme informou a siderúrgica.

Leia também: Suposta atuação de deputados em assassinato de Marielle é investigada

Em nota, a companhia informou que está "apurando as causas e consequências" da explosão no gasômetro da Usiminas e disse que decidiu paralisar, "de forma emergencial e temporária", os altos-fornos da Usina de Ipatinga como medida de precaução.

A companhia anunciou ainda que está monitorando a presença de gases nos bairros do entorno do gasômetro onde ocorreu o acidente e garantiu que, até o momento, nenhuma anormalidade foi registrada.

O Corpo de Bombeiros está na região onde o incidente ocorreu e a área em torno da usina foi evacuada – incluindo residências, escolas e comércio. Uma equipe de brigadistas está na usina para fiscalizar se houve vazamento de gás. Por precaução, a canalização de gás foi bloqueada.

Leia também: MPF e Defensoria contestam acordo firmado com empresas por desastre da Samarco

Explosão em gasômetro da Usiminas provocou tremor e corre-corre

Gasômetro da Usiminas explodiu na tarde desta sexta-feira em Ipatinga (MG)
Reprodução/Twitter
Gasômetro da Usiminas explodiu na tarde desta sexta-feira em Ipatinga (MG)

Segundo relatos de moradores nas redes sociais, a explosão provocou tremor e causou corre-corre de pedestres e de funcionários da siderúrgica, que foram liberados por conta do incidente. Várias fotos publicadas no Twitter e repassadas via WhatsApp mostram prejuízos materiais provocados pela explosão , tais como um caminhão que ficou retorcido e um mercado que teve seus produtos arremessados por conta do estrondo.

"A Companhia manterá seus acionistas e o mercado em geral devidamente informados a
respeito da matéria objeto do presente", disse o vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores da Usiminas, Alberto Ono.

O gasômetro da Usiminas que explodiu integra uma das principais usinas da siderúrgica, que foi a primeira estatal a ser privatizada no Brasil (em 1991) comercializa planos laminados a frio e a quente, bobinas, placas e revestidos. O valor das ações da companhia despencou por conta do incidente, registrando queda de 9% até as 15h30 desta tarde (maior desvalorização registrada no dia na BM&F Bovespa).

Leia também: De "Perdeu, playboy" a "50 tons de Temer": veja as melhores frases do debate

Gasômetro da Usiminas explodiu na tarde desta sexta-feira em Ipatinga (MG)
Reprodução/Twitter
Gasômetro da Usiminas explodiu na tarde desta sexta-feira em Ipatinga (MG)


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.