Tamanho do texto

Mike Pence vai visitar um abrigo de venezuelanos em Manaus; Temer disse que vai cobrá-lo a respeito da questão dos imigrantes brasileiros nos EUA

Vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, vai visitar abrigo de venezuelanos em Manaus
Reprodução/Twitter
Vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, vai visitar abrigo de venezuelanos em Manaus

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence , que chegou em Brasília no início da manhã desta terça-feira (26), em uma viagem oficial ao País, pretende tratar de questões de imigração com o presidente Michel Temer. A questão envolve tanto a imigração de venezuelanos para o Brasil, quanto a imigração de brasileiros para os Estados Unidos. 

Leia também: Campanha para unir crianças de pais imigrantes nos EUA arrecada U$ 19,5 milhões

Pence, visitará, além de Brasília, a capital do Amazonas, Manaus, nesta quarta-feira (27). Isso porque está prevista uma visita do vice-presidente a um abrigo de imigrantes venezuelanos que buscam melhores condições de vida no Brasil. Cerca de 200 venezuelanos vivem atualmente em dois abrigos administrados pela prefeitura de Manaus. Um desses espaços, no bairro Coroado, chegou a receber 300 estrangeiros.

Nesses ambientes, os imigrantes venezuelanos possuem acesso a políticas públicas, à documentação e a aulas de português. Porém, mesmo com os abrigos, há quem ainda esteja nas ruas e, de acordo com a diretora do Departamento de Proteção Social Especial da Secretaria de Estado de Assistência Social, Julieta Morais, não há uma estimativa de quantos vivem no Amazonas atualmente.

“Nós temos recebido muitos venezuelanos de forma espontânea. São aqueles que não passam pelo controle da Polícia Federal, nem pelos serviços de acolhimento em Roraima. E eles estão chegando aqui e estão se espalhando pelos municípios também. A gente não tem controle", disse Julieta. "Estamos nos organizando para fazer um levantamento dessa população que tem chegado. Mas seria uma mostra. Não temos como contabilizar quem chega de carona, de moto ou a pé”, afirmou. 

Leia também: Campanha para unir crianças de pais imigrantes nos EUA arrecada U$ 19,5 milhões

Imigrantes brasileiros nos EUA

Ao detalhar a agenda de Pence no Brasil, o subsecretário-geral de Assuntos Políticos Multilaterais, Europa e América do Norte, Fernando Simas Magalhães, afirmou que todos os temas levantados serão tratados pelas autoridades mas, evitou detalhar assuntos mais sensíveis como esse impasse decorrente da política de “tolerância zero” sobre imigrantes ilegais.

Simas Magalhães se limitou a afirmar apenas que o assunto terá “tratamento concreto e especial” e lembrou que o Itamaraty está mantendo um diálogo permanente com o governo americano, mas agentes consulares nos Estados Unidos têm relatado uma grande dificuldade em monitorar e encontrar as mais de 40 crianças brasileiras que estão separadas de suas famílias no país e promover o seu reencontro com as famílias.

Desde abril deste ano, milhares de famílias que tentaram entrar ilegalmente nos Estados Unidos acabaram afastadas de seus filhos. Estima-se que cerca de 2,3 mil crianças foram afetadas pela medida adotada pelo governo Trump que, diante das críticas, ordenou, na última quinta-feira, que as famílias fossem reunidas.

Leia também: Trump assina ordem que coloca fim à política que separa famílias imigrantes

O vice-presidente de Trump desembarcou em Brasília perto das 7h40 e tem um encontro com Temer marcado para o meio-dia.

* Com informações da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: donald trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.