Tamanho do texto

Ele teve infarto no dia 13 de maio e estava internado, desde então, na Barra da Tijuca; até janeiro, Dowell acumulava cargo de secretário de Transportes

Fernando Mac Dowell, vice-prefeito do Rio de Janeiro, morreu na noite desse domingo
Reprodução/Facebook
Fernando Mac Dowell, vice-prefeito do Rio de Janeiro, morreu na noite desse domingo

Morreu, às 23h55 deste domingo, o vice-prefeito do Rio de Janeiro, Fernando Mac Dowell . Aos 72 anos, Dowell sofrera um infarto no miocárdio no último dia 13 e, desde então, estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca. Ele chegou a ser submetido a uma angioplastia de emergência, mas não resistiu.

Leia também: Chefe da milícia de Jacarepaguá é preso em operação no Rio de Janeiro

Até janeiro deste ano, Mac Dowell acumulava o cargo de vice-prefeito do Rio de Janeiro com o de secretário municipal de Transportes. No início do ano, porém, o prefeito Marcelo Crivella decidiu nomear Rubens Teixeira, afastado pela Justiça da presidência da Comlurb, para a pasta.

Trajetória de Fernando Mac Dowell

Mac Doweel cursou Engenharia na Uerj e se formou em 1969. Além de trabalhar na prefeitura, ele dava aulas nessa mesma universidade e na PUC-Rio.

Leia também: Moradores da zona sul do Rio de Janeiro protestam contra a violência

Especialista no setor de transportes, em sua carreira como engenheiro, chegou a trabalhar no GEIPOT – empresa de transportes criada pelo regime militar nos anos 60.

No início da década de 1980, passou a exercer a função de diretor do metrô carioca, quando a linha 1 começou a funcionar, no mandato do governador Chagas Freitas. Também participou da concepção da Ponte Rio-Niterói e da Linha Vermelha.

O convite para Mac Dowell compor a chapa de Crivella à prefeitura do Rio partiu da deputada federal Clarissa Garotinho (PR-RJ). Isso porque o vice-prefeito foi conselheiro da deputada enquanto ela presidia a Comissão de Viação e Transportes da Câmara, de março de 2015 a abril de 2016. Hoje, com sua morte, deixou mulher e quatro filhos.

Leia também: Antigo prédio do IBGE que era ocupado por famílias é implodido no Rio de Janeiro

Na semana passada, enquanto ele estava internado, Crivella, chegou a enviar à imprensa uma nota oficial informando que tem acompanhado a evolução do seu quadro de saúde, ao lado da sua família. Na oportunidade, o prefeito do Rio de Janeiro pediu ao povo da capital fluminense que se unisse em orações por Mac Dowell. Não há informações sobre o velório ou o enterro do político. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.