Tamanho do texto

Maristela Temer é suspeita de lavar R$ 1 milhão com reforma de imóvel em SP; ela é investigada na mesma operação que prendeu amigos do presidente

Presidente Michel Temer saiu em defesa da sua família na semana passada; filha de Temer presta depoimento hoje
Beto Barata/PR - 12.2.18
Presidente Michel Temer saiu em defesa da sua família na semana passada; filha de Temer presta depoimento hoje

Maristela Temer , segunda filha mais velha do presidente da República, vai prestar um depoimento à Polícia Federal nesta quinta-feira (3). A filha de Temer é investigada na Operação Skala, a mesma que prendeu amigos do emedebista, no início do mês de abril.

Leia também: Temer lavou propina em imóveis da família, indica da PF; presidente nega

Maristela é suspeita de lavar R$ 1 milhão com a reforma de um imóvel localizado em uma área nobre, na zona oeste da capital paulista. Essa é a primeira vez que alguma filha de Temer presta depoimento à polícia.

Além disso, essa é também da primeira vez que um filho de qualquer presidente em exercício precisa depor à PF. Nenhum outro presidente chegou a ter problemas judiciais em sua família como os que apontam as denúncias contra a família Temer.

A filha do presidente deve conversar com a PF no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. Na ocasião, ela será questionada sobre o suposto recebimento de R$ 1 milhão para reformar sua casa, situada no bairro de Alto de Pinheiros.

De acordo com as investigações da Operação Skala , o dinheiro usado no pagamento fazia parte das retribuições cedidas a Temer por conta da renovação das concessões no Porto de Santos. Para o advogado de Maristela, a cliente está disposta a prestar "todos os esclarecimentos".

'Perseguição disfarçada de investigação'

Na última sexta-feira (27),  Temer rebateu as críticas recebidas pela mídia e afirmou ser vítima de 'perseguição disfarçada de investigação'.

O presidente garantiu que não possui "casa de praia, casa de campo, apartamento em Miami, ou vencimentos fora da lei" e disse que se considera vítima de "pessoas de má-fé" que tentam "atingir a sua honra".

"Qualquer contador, qualquer pessoa de bem consegue concluir que, ao longo do tempo, eu obtive recursos suficientes para comprar os imóveis que comprei e reformar os imóveis que reformei", disse.

"Só um irresponsável mal-intencionado ousaria tentar me incriminar, à minha família, minha filha, meu filho de 9 anos de idade, como lavadores de dinheiro. Dizer que lavei dinheiro numa casa alugada, que gastei R$ 2 milhões... Em que mundo estamos? É incrível. É revoltante. É um disparate", protestou o presidente.

Leia também: Planalto confirma que Marcela Temer comprou uma casa de José Yunes em 2010

No pronunciamento do presidente, feito em uma coletiva de imprensa convocada às pressas, a filha de Temer não foi citada pelo pai.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.