Tamanho do texto

Presidente brasileiro recebeu homólogo para visita oficial; declaração desastrosa foi feita diretamente ao líder paraguaio, Horácio Cartes; veja

Presidente brasileiro recebeu homólogo para visita oficial, mas a 'gafe de Temer' voltou a assombrar o peemedebista
Divulgação/ Palácio do Planalto
Presidente brasileiro recebeu homólogo para visita oficial, mas a 'gafe de Temer' voltou a assombrar o peemedebista

O presidente da República voltou a cometer, nesta segunda-feira (21), uma gafe ao lado de um chefe de Estado. Os países envolvidos, desta vez, na gafe de Temer foram o Paraguai – nosso vizinho, que nos visitava – e Portugal – coitados, que nem estavam na história.

Leia também: Temer passa por saias justas na Noruega e encerra viagem cometendo gafe com rei

A nova gafe de Temer foi proferida durante sua fala antes do almoço oferecido pelo governo brasileiro no Itamaraty para o presidente paraguaio, Horácio Cartes. Michel Temer confundiu o Paraguai com Portugal ao falar sobre a Constituição Nacional.

"Na nossa Constituição, existe um dispositivo especial que determina que toda e qualquer política pública do país se volte para a integração latino-americana de nações. Portanto, quando fazemos isso, fazemos pelo apreço que temos na relação Brasil e Portugal, mas também fazemos por fruto de uma determinação constitucional", disse Temer ao seu colega de Mercosul.

Outras gafes de Temer

Essa não é a primeira vez que Temer erra em um discurso oficial. Em sua viagem internacional para a Noruega e para a Rússia, o presidente colecionou declarações desastrosas.

Leia também: De novo? Em nova gafe, Michel Temer chama empresários russos de 'soviéticos'

Depois de apresentar ao público uma agenda que parou no tempo, 'criar' um parlamento brasileiro e confundir o rei da Noruega com o 'rei da Suécia' , o presidente da República, Michel Temer (PMDB), coroou sua viagem internacional, afirmando que conversou com empresários "soviéticos" durante sua viagem à Rússia.

“Eu estive agora recentemente em Moscou, na Rússia , e depois na Noruega, e verifiquei interesse extraordinário dos empreendimentos soviéticos, o deputado Perondi lá esteve em nossa comitiva, e nós pudemos verificar o interesse extraordinários de empresários soviéticos e noruegueses, no nosso País, pelo que está acontecendo no País", afirmou.

Na época, quando o Palácio do Planalto divulgou a agenda oficial do presidente em Moscou, o documento informava que o peemedebista partiria de “Brasília para a República Socialista Federativa Soviética da Rússia”, denominação usada durante o regime comunista, entre 1917 e 1991, para designar a Rússia na União das Repúblicas Socialistas Soviéticas ( URSS ).

O erro de informação permaneceu no ar ao longo de 15 minutos e acabou sendo corrigido. Hoje, o nome oficial do país é Federação Russa. 

Na Noruega, o peemedebista disse que se encontraria com o "rei da Suécia" e que visitaria o "Parlamento brasileiro" ao invés do encontro com os políticos noruegueses.

Leia também: “Estamos fazendo voltar o desemprego”, diz Temer em vídeo após reunião do G20

Depois disso, um vídeo gravado em meio às reuniões do G20, em Hamburgo, na Alemanha, registrou uma nova gafe de Temer. Isso porque o presidente afirmou que seu governo fez "voltar o desemprego" no Brasil. 

* Com informações da Agência Ansa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.